Algarve Cup: As contas do primeiro dia


Emoção e muita competitividade, assim foi a primeira jornada da Algarve Cup 2018. Confira aqui todos os resultados.

A muita chuva que se abateu sobre o sul do país não foi impeditiva de um grande dia de futebol. A primeira jornada da Algarve 2018 realizou-se esta quarta-feira e a qualidade das equipas, assim como das suas intervenientes, foi bem visível.

Tendo por base esta ronda inaugural, é consensual afirmar que a 25.ª edição promete muito espetáculo, a todos os níveis. Com 26 golos registados neste primeiro dia, assistiram-se a jogos intensos, equilibrados e com muita competitividade.

Veja as melhores imagens da prova

Grupo A

Anfitrião mais forte
Portugal estreou-se da melhor maneira na edição 2018 da Algarve Cup, ao vencer a China por 2-1, num jogo disputado em Lagos. A seleção portuguesa esteve a perder, quando Xu Yanlu marcou aos 57 minutos, mas Carolina Mendes e Carole Costa operaram a reviravolta, com golos aos 60 e aos 85 minutos. Pelo meio, a formação chinesa ficou reduzida a dez elementos, devido à expulsão de Li Ying, por acumulação de amarelos.


Festival de golos
No outro encontro do agrupamento, assistiu-se a um festival de golos. A Austrália derrotou a Noruega por 4-3. Elise Thorsnes, aos 12′, colocou as nórdicas em vantagem, com as australianas a empatarem logo depois, por intermédio de Clare Polkinghorne. Antes do intervalo a turma de Alen Stajic voltou à vantagem com tentos de Chloe Logarzo (26′) e Sam Kerr (30′). Na segunda metade do encontro, as nórdicas conseguiram restabelecer a igualdade, no seguimento de golo apontados Lisa-Marie Utland (53′) e Elise Thorsnes (59′). Muito perto do final, Larissa Crummer carimbou o triunfo para a Austrália.


Grupo B

Estreantes vitoriosos
A Coreia entrou em grande na sua estreia na Algarve Cup, com um triunfo diante da Rússia, por 3-1. Anna Belomyttseva (15′) colocou as russas na frente, mas a recuperação coreana foi admirável. Lee Min (45′), Han Chaerin (51′) e Jung Seolbin (75′) desenharam a reviravolta e fizeram da estreia na Algarve Cup uma festa.


Pragmatismo nórdico
Num encontro muito dividido e equilibrado, suecas e canadianas protagonizaram um bom espetáculo. Mimmi Larsson, aos 43′, colocou a Suécia na frente do marcador no seguimento de uma jogada de insistência. O Canadá, logo no primeiro minuto do segundo, igualou a partida, com um tento de Janine Beckie. No entanto, pouco depois Fridolina Rolfö (51′) voltou a colocar as suecas na frente. Perto do final, Stina Blackstenius aproveitou um erro da defensiva canadiana e selou o triunfo no 3-1.


Grupo C

Superioridade da campeã europeia
O primeiro jogo do agrupamento foi um embate entusiasmante que proporcionou 8 golos. Lieke Martens (3′) inaugurou o marcador, sendo que Lineth Beerensteyn (7′), Worm (30′) e Van de Sanden (34′) aumentaram a vantagem. Emi Nakajima, aos 37′, ainda reduziu, mas o poderio da equipa do país das tulipas, que são atualmente a campeã europeia, fez-se sentir com mais dois tentos: Van der Gragt (43′) e Martens (52′). A formação japonesa melhorou com a entrada de nova caras, sobretudo com a presença de Kumi, e chegou ao 2-6 com um tento de Iwabuchi.


Nulo nórdico
A Dinamarca, vice-campeã da Europa, fez tudo para confirmar o favoritismo frente à Islândia, mas não conseguiu ir além de um nulo no marcador, num jogo disputado esta terça-feira no Estádio Municipal de Lagos.

A formação dinamarquesa procurou explorar o jogo aéreo e também protagonizou boas ações ofensivas pelo chão, com a capitã Pernille Harder em destaque. Em vão, porque a guarda-redes da Islândia esteve sempre atenta e no sítio certo.


Confira aqui todos os registos e classificações do primeiro dia.

Consulte o Media Guide da Algarve Cup

 

In FPF

Joana Lima

Desde 2011 comecei a assistir a alguns jogos na TV. Depois da final da Champions, apaixonei-me por este desporto. Não escrevo com o Novo Acordo Ortográfico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *