Francisco Neto: “Espero qualidade, empenho e máxima dedicação”

Selecionador Nacional confia numa boa prestação lusa frente à Roménia, mesmo com a certeza do adeus definitivo ao Mundial.

Matematicamente afastada do próximo Campeonato do Mundo (as apostas desportivas já estão em curso), que se realizará em 2019, a Seleção Nacional A feminina joga esta terça-feira pelo brio e o respeito pela camisola nacional. A garantia foi dada por Francisco Neto, na antevisão do jogo que irá opor a armada lusa à Roménia.

“O compromisso destas jogadoras com a camisola de Portugal é sempre muito grande e a motivação está sempre presente. Estamos tristes por não estarmos mais na luta pelo Mundial, que era um objetivo muito desejado. Mas estamos cientes de que há nove pontos em disputa e temos uma imagem para valorizar”, disse o Selecionador Nacional, antes do treino de adaptação da equipa ao palco do jogo com as romenas, o Estádio Municipal de Botosani.

“Por isso só espero qualidade, empenho e máxima dedicação da parte das nossas jogadoras. Vamos entrar com grande vontade de vencer”, afirmou, contando que “a Roménia está um pouco diferente da que Portugal eliminou no playoff de acesso ao Europeu de 2017”.

“Atravessa um processo de renovação, mas mantém o treinador e tem jogado bem em casa. É uma equipa forte que nos criará grandes dificuldades. A Itália só conseguiu arrancar um triunfo magro aqui na Roménia (1-0). Temos quee nos apresentar com muita concentração para conseguirmos impor o nosso jogo”, esclareceu.

O encontro está marcado para as 18h00 (hora de Portugal continental) e será dirigido pela árbitra Ewa Augustyn, de nacionalidade polaca

As seleções de Portugal e da Roménia ocupam, respetivamente, a terceira e quarta posições do Grupo 6 de qualificação para o Mundial-2019, ambas com quatro pontos.

A Itália, primeira classificada do grupo, com 21 pontos, já se apurou diretamente para a prova mais importante de seleções, enquanto a Bélgica assegurou o segundo lugar, após vencer a Moldávia por 7-0, resultado que afasta definitivamente a seleção portuguesa do apuramento para o Mundial.

Os quatro segundos classificados com melhor registo contra o primeiro, terceiro e quarto posicionados vão disputar um ‘play-off’.

“Não estamos felizes com o resultado de Florença”

Já em solo romeno, Andreia Norton assumiu o papel de porta-voz da armada lusa, garantindo que a derrota frente à Itália não irá abalar a preparação da equipa.

“Não estamos felizes com o resultado de Florença. Tínhamos muita vontade de ganhar para ficarmos mais próximas do segundo lugar. Infelizmente, não conseguimos. Foi um jogo desgastante, sim, mas não irá afetar a nossa preparação. Continuamos a acreditar em nós e no nosso trabalho”, explicou.

A internacional portuguesa, que irá rumar em julho à Bundesliga, para representar o SC Sand Frauen, assegura que o objetivo da Seleção “é ganhar à Roménia”, ainda que a equipa espere “muitas dificuldades”, diante de uma adversária “a jogar em casa”.

“Queremos sobretudo fazer um bom jogo. Esta equipa tem uma mentalidade ganhadora. Nenhuma contariedade a fará perder essa identidade”, avisou Andreia Norton, que guarda boas recordações do último frente a frente com as romenas.

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe um comentário