Futebol Feminino está de regresso ao Paio Pires FC

Preparação para a nova época arranca a 18 de Agosto…

NESTA NOVA TEMPORADA VAI TER APENAS JUNIORES E FORMAÇÃO

O futebol feminino está de regresso ao Paio Pires Futebol Clube de novo pela mão de Rui Lourenço que na época passada se havia mudado para o Amora por divergências com a anterior direcção, que terminou agora o seu mandato.

Desvinculado do Amora e com o Paio Pires a ser gerido por uma comissão administrativa Rui Lourenço meteu mãos à obra e acabou por voltar ao clube de onde havia saído garantindo assim o regresso de uma modalidade muito acarinhada pelas gentes da terra.

Porque o clube se encontra impedido pela FPF de inscrever uma equipa sénior em virtude de ter desistido de participar no Campeonato de Promoção da época passada, nesta nova temporada vai ter apenas juniores e formação, com a equipa de juniores a disputar o Campeonato Nacional de Sub-19.

A estrutura técnica está montada, cerca de 80% do plantel constituído e o início da preparação marcado para o dia 18 de Agosto, pelas 17h30m, no Campo Vale da Abelha, sendo os treinos abertos a captações para atletas entre os 13 e os 19 anos.

Rui Lourenço será o treinador principal e coordenador do projecto, Ricardo Sousa desempenhará as funções de adjunto e Nuno Russo será adjunto e treinador de guarda-redes. Para completar a equipa técnica falta ainda um elemento que deverá ser anunciado nos próximos dias. Os cuidados médicos ficarão a cargo de Daniel Pardal e Pedro Sebastião será o director geral do futebol feminino.

A apresentação da equipa aos adeptos vai acontecer no dia 1 de Setembro, às 16 horas, frente aos Pescadores da Caparica, mas neste mesmo dia logo pela manhã, às 11 horas, será aberto espaço para a formação (jovens dos 6 aos 12 anos) que conta nesta fase inicial com cerca de 30 atletas.

Em conversa com o nosso jornal, Rui Lourenço mostrou-se bastante entusiasmado com este novo projecto:

“O objectivo principal é fomentar novamente a modalidade, trazendo o maior número de atletas possível para recuperar os alicerces perdidos. A nível de juniores vamos ter uma equipa que vai lutar por um lugar condigno, sempre dentro de um espírito de evolução, para podermos dar jogadoras às selecções [distrital e nacional] e daqui a dois anos voltar a ter uma equipa sénior competitiva no Campeonato Nacional”.

Em relação à sua passagem pelo Amora Rui Lourenço diz que foi “enriquecedora a todos os níveis, só tenho que agradecer ao presidente Carlos Henriques [por quem tenho a maior admiração e respeito] a oportunidade que me deu de treinar um grande clube e ser o responsável máximo pelo futebol feminino”.

In jornaldedesporto.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe um comentário