Interesse sem precedentes no UEFA Women’s EURO

Numa altura em que falta jogar apenas a final de domingo, com lotação esgotada garantida, o UEFA Women’s EURO 2017 conta já com um número recorde de espectadores na TV, ao vivo e online.

2490467_w1

A caminhada dos adeptos no centro da cidade de Enschede rumo ao estádio

A caminhada dos adeptos no centro da cidade de Enschede rumo ao estádio©Getty Images

Numa altura em que falta jogar apenas a final de domingo, com lotação esgotada garantida, o UEFA Women’s EURO 2017 conta já com um número recorde de espectadores na TV, ao vivo e online.

Principais números

  • Audiência total final projectada de 165 milhões, com shares de audiências nacionais a atingirem os 66 por cento
  • Final transmitida em mais de 80 países
  • UEFA.com com mais do dobro das visitas em relação a 2013, numa altura em que há ainda a final pela frente
  • Total de interacções nas redes sociais superior a 20 milhões
  • Recorde de total de espectadores num Women’s EURO assegurado, com todos os jogos da anfitriã Holanda a terem lotação esgotada

TV

  • Edição de 2017 será a mais vista de sempre pela televisão.
  • Audiência dos jogos em directo está perto de superar por mais de 50 milhões de telespectadores a audiência total da edição de 2013, que foi de 116 milhões de espectadores.
  • Após a conclusão dos quartos-de-final, a audiência total atingiu os 109,6 milhões de espectadores, em comparação com os 77,9 milhões registados até igual fase da prova em 2013.
  • Números-recorde de audiências em fases finais de Women’s EURO foram registados em vários mercados, incluindo Holanda, Dinamarca e Reino Unido.
  • Final será transmitida em directo para mais de 80 países em todo o mundo, antecipando-se uma audência média global superior aos 13 milhões de telespectadores.

Quartos-de-final

  • Alemanha: o embate dos quartos-de-final com a Dinamarca, que acabou por ser recalendarizado, foi visto por 5,9 milhões de telespectadores na ZDF (39 por cento de share), uma audiência superior à do Grande Prémio da Hungria de F1 na RTL.
  • Reino Unido: O Channel 4 teve 2,4 milhões de telespectadores (11,8 por cento de share) no Inglaterra-França. Uma audiência superior à registada no país em qualquer uma das duas anteriores edições e 62,8 por cento superior à registada no triunfo da Inglaterra sobre o Canadá no Campeonato do Mundo Feminino da FIFA de 2015, exibida pela BBC1 (1,5 milhões/33,3 por cento). O Holanda-Suécia contou com uma audiência de 0,3 milhões (2,1 por cento de share) no More4.
  • Suécia: O jogo com a Holanda teve uma audiência de 0,9 milhões de telespectadores (47,2 por cento de share) na SVT2, 12,7 por cento acima do embate dos quartos-de-final de 2013 entre Suécia e Islândia, exibido pela TV4.
  • Espanha: A Teledeporte teve 0,5 milhões de telespectadores (5 por cento de share) no jogo entre Áustria e Espanha. Foi a maior audiência alguma vez registada no país para o torneio e o dobro da audiência registada durante o Grande Prémio da Hungria, exibido pela Movistar F1 (0,2 milhões/2,4 por cento).

Meias-finais

Dinamarca-Áustria

  • Áustria: 1 milhão de telespectadores, 48 por cento de share (o dobreo dos números registados na fase de grupos).
  • Dinamarca: 1 milhão de telespectadores assistiram ao jogo na TV2, correspondendo a um share de audiência de 66,6 por cento (a meia-final de 2013 entre contra a Noruega tinha sido de 0,7 milhões, na DR1).

Holanda-Inglaterra

  • Holanda: 2,9 milhões assistiram ao jogo na NPO1, 50,7 por cento de share de audiência, a maior do torneio no país até ao momento. A meia-final de 2009 entre os mesmos países tinha sido vista na Holanda por 1,6 milhões de telespectadores. Além disso, 0,9 milhões de telespectadores assistiram ao Dinamarca-Áustria, na NPO1, correspondente a um share de 27,8 por cento.
  • Reino Unido: 3,2 milhões de telespectadores assistiram através do Channel 4, uma subida de 66,7 por cento em comparação com a meia-final do Campeonato do Mundo Feminino da FIFA de de 2015 entre Japão e Inglaterra, exibida pela BBC1. Acredita-se que tenha sido o jogo de futebol feminino mais visto de sempre no Reino Unido. Um total de 0,9 milhões de espectadores assistiram à outra meia-final, entre Dinamarca e Áustria, no Channel 4.
  • Alemanha: 3,2 milhões de telespectadores assistiram através da ARD.
  • Finlândia: 22,5 por cento de share de auiênia na YLE TV2.

ONLINE

  • Total de visitas à secção do UEFA Women’s EURO do UEFA.com e à nova aplicação do futebol feminino até à concusão das meias-finais foi de 3.865,139, 394.726 das quais só no último domingo. O total de 2013 para todo o torneio, incluindo final, foi de 1,5 milhões.
  • Registaram-se mais de 138.900 interacções na nossa página do UEFAWomensEURO no Facebook, que ganhou mais de 35 mil novos seguidores.
  • A programação em directo via Facebook teve um alcance de 208 mil seguidores e mais de 30 milhões de vizualizações de vídeos.
  • Mais de 37 mil adeptos interagiram com os conteúdos da plataforma Together #WePlayStrong no Facebook, com a conta a ganhar mais cinco mil novos seguidores.
  • A recém-lançada conta @UEFAWomensEURO no Instagram gerou mais de 131 mil interacções, rapidamente conquistando sete mil novos seguidores.
  • No Twitter, a conta principal @UEFAWomensEURO gerou 156 mil interacções e cresceu em 13 mil seguidores.
  • A audiência da plataforma Together #WePlayStrong  praticamente duplicou no Twitter desde o início do torneio, conquistando 2.300 novos seguidores e registando 18 mil interacções.
  • As federações nacionais da UEFA registaram cerca de 4,15 milhões de interacções e 27 milhões de visualizações de vídeos, atraindo 124 mil novos fãs no Facebook. A federação com maior crescimento digital foi a russa (12 por cento).
  • No Instagram, as federações nacionais da UEFA registaram 11 milhões de interacções e cinco milhões de visualizações de vídeos. Portugal liderou neste campo, com um crescimento de 13 por cento.
  • No Twitter, as federações nacionais da UEFA geraram 1,27 milhões de interacções e conquistaram 45 mil novos seguidores. Portugal voltou a estar em destaque, com um crescimento de 9,3 por cento no número de seguidores.

NOS ESTÁDIOS

  • Audiência total: 211.863 (sem incluir final) – recorde fixado em 2013 foi de 216.888.
  • Todos os jogos da Holanda com lotação esgotada.
  • Os 27.093 espectadores que assistiram ao vivo à meia-final entre Holanda e Inglaterra constituem um novo recorde de assistência em jogos de futebol feminino na Holanda e, ao mesmo tempo, um novo máximo em termos de meias-finais do UEFA Women’s EURO.
  • Os 10.508 espectadores que assistiram ao vivo ao Dinamarca-Áustria constituem um novo máximo de assistência para um jogo do Women’s EURO sem a presença da selecção anfitriã.
  • Milhares de pessoas juntaram-se para as Caminhadas dos Adeptos rumo aos estádios.

Top dez de assistências em jogos do UEFA Women’s EURO
41.301: Alemanha 1-0 Noruega, 2013, final, Estocolmo
29.092: Inglaterra 3-2 Finlândia, 2005, fase de grupos, Manchester
27.093: Holanda 3-0 Inglaterra, 2017, meia-final, Enschede
25.694: Inglaterra 0-1 Suécia, 2005, fase de grupos, Blackburn
21.731: Holanda 1-0 Noruega, 2017, fase de grupos, Utrecht
21.105: Alemanha 3-1 Noruega, 2005 final, Blackburn
21.000: Alemanha 4-1 Noruega, 1989 final, Osnabruck
18.000: Alemanha 1-0 Suécia, 2001 final, Ulm
16.608: Suécia 0-1 Alemanha, 2013, meia-final, Gotemburgo
16.414: Finlândia 0-5 Suécia, 2013, fase de grupos, Gotemburgo

 

In pt.uefa.com

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *