José Paisana: “Muito satisfeito com o desempenho das jogadoras”

José_Paisana_treino

O Treinador Nacional destaca o crescimento da equipa e mostra-se satisfeito pela entrega das jogadoras nestes quatro dias de estágio

A Seleção Nacional feminina sub-16 encerrou, esta quinta-feira, com uma sessão matinal na Cidade do Futebol, o estágio de preparação que antecede a participação lusa no Torneio Desenvolvimento da UEFA.

Nesta prestigiada prova, que se disputará entre Guarda, Seia e Fornos Algodres, de 12 a 16 de maio, Portugal vai enfrentar as congéneres da Rússia, Turquia e Suécia. José Paisana, Treinador Nacional, destacou o crescimento da equipa e mostrou-se satisfeito pela entrega das jogadoras nestes quatro dias de trabalho: “Foi um estágio muito aquisitivo, as jogadoras estiveram muito predispostas para continuar o processo de aprendizagem e o desenvolvimento das suas capacidades. Ficámos muito satisfeitos com o desempenho. Naturalmente, as jogadoras estão mais bem preparadas, porque trabalharam mais algum tempo connosco. Uma grande percentagem delas também tirou partido da participação na Ronda de Elite das sub-17 e isso também consolidou aprendizagem”, referiu.

Em declarações ao fpf.pt, José Paisana sublinhou a competitividade deste Torneio de Desenvolvimento da UEFA, algo que, na sua opinião, será benéfico para as jogadoras: “À semelhança da prova que se realizou no Algarve, este também será um torneio com um grau de dificuldade elevado. São equipas diferentes, mas muito competentes e competitivas, o que nos permitirá crescer enquanto equipa e prepararmos melhor para o futuro, pois é essa a nossa ideia. Com certeza que, por todos estes fatores, será positivo”, realçou.

Este estágio na Cidade do Futebol contou com 24 jogadoras convocadas, algumas delas estreantes absolutas nos quadros da Seleção Nacional. José Paisana refere que existem todas as garantias de que o futuro do futebol feminino será risonho: “A observação que fizemos na fase final do Torneio Interassociações permitiu-nos referenciar um conjunto de jogadoras pela primeira vez. Estas jogadoras, pela sua capacidade, pela forma como encararam este processo, dão-nos garantias para o futuro”, concluiu.

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe um comentário