Laura Luís: «Não é todos os dias que jogamos contra uma seleção como os EUA»

Laura Luís, avançada da Seleção Nacional
Se compraria o empate contra os Estados Unidos? Isso seria o sonho, mas ficava mais feliz com a vitória…

A Seleção Nacional de futebol feminino está reunida na Cidade do Futebol para preparar um dos desafios mais exigentes dos últimos tempos. Portugal defronta os Estados Unidos, número 1 do ranking mundial e atual campeã do Mundo, na próxima quinta-feira, no Estoril, num jogo inserido no estágio competitivo que contempla ainda o duplo compromisso com País de Gales.Laura Luís, melhor marcadora da última edição da Liga portuguesa, é uma das 23 escolhidas por Francisco Neto e destaca o grau de exigência do encontro com as norte-americanas.

«É um tubarão do top mundial. É um jogo que todas nós queremos jogar. Já defrontámos outras equipas do top 10 mundial, sabemos que será difícil, mas temos a ambição de fazer o melhor resultado possível e desfrutar do jogo porque não é todos os dias que jogamos contra uma seleção como os Estados Unidos», analisou a avançada dos quadros do SC Braga.«Têm jogadoras muito boas do ponto de vista físico. O futebol americano é mais físico, não tão técnico como o nosso. Vamos tentar fazer elas um ratinho porque temos mais vantagem com a bola no chão e vamos tentar pô-las a correr um pouco», defendeu.

«Sabemos que vamos enfrentar uma equipa que vai estar constantemente a atacar e a pressionar alto e vamos tentar fazer o nosso melhor, que passa por trocar a bola e mantê-las o mais longe possível da nossa baliza», rematou.

«Não vamos entrar a pensar que já perdemos o jogo»

Além de exigente, o encontro com os Estados Unidos será extremamente aliciantepara Portugal perceber até onde consegue bater-se com a «melhor seleção do Mundo».

Laura Luís esteve no Campeonato da Europa de 2017 ©Getty / Maja Hitij

«Faz parte do nosso desenvolvimento, este tipo de jogos dá para ver onde nos podemos enquadrar e só assim conseguimos evoluir porque temos de jogar contra as melhores para evoluir. Os EUA é uma equipa top. É melhor do mundo, provavelmente», considerou Laura.«Não vamos entrar a pensar que já perdemos o jogo ou algo do género. Ninguém esperava que fossemos empatar com Canadá e a verdade é que empatamos 0x0, contra uma equipa que está nas cinco melhores do mundo. No futebol é tudo possível», sustentou.

E será que Laura Luís ‘comprava’ o empate? «Isso seria o sonho, mas ficava mais feliz com a vitória.»

In https://www.zerozero.pt/

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe um comentário