“Não podemos tomar nenhum jogo como ganho”, Inês Pereira (Sporting CP)

Inês Pereira não quer que a equipa considere a vantagem sobre o Sp. Braga como uma almofada demasiado confortável

O futebol feminino do Sporting CP soma seis vitórias em seis jogos e com vantagem de cinco pontos sobre o Sp. Braga, mas nem por isso dá os jogos do Campeonato Nacional como adquiridos: “O principal desafio é a vitória. Não podemos tomar nenhum jogo como ganho antes do apito inicial. Só no apito final é que podemos celebrar. O Cadima subiu à Liga Allianz. Tem o seu mérito, de certeza que irão jogar fechados e à espera do nosso erro. Temos de o contrariar. Cinco pontos são, de facto, uma vantagem confortável. Dependemos apenas de nós e queremos ganhar todos os jogos”.

A guardiã leonina, habitualmente suplente de Patrícia Morais, mas campeã nacional sénior e júnior em 2017, salienta a importância de as leoas chegarem rapidamente ao golo: “Sem dúvida que o primeiro golo é sempre decisivo. No último jogo conseguimos marcar bastante cedo. A equipa trabalhará para isso. Teremos atitude e compromisso para o alcançarmos, de forma a conseguir a glória dos três pontos”.

Questionada sobre a acção na baliza perante pouco trabalho, Inês vinca a preparação e a concentração: “Cada uma de nós tem uma perspectiva diferente. Preparo-me como se fosse um jogo contra o Sp. Braga, Estoril ou Vilaverdense. Seja quem for. Teoricamente, não teremos tanto trabalho, mas num minuto podemos ter a acção do jogo ou de ter de resolver uma jogada. Queremos continuar sem sofrer golos”, conclui.

In http://www.sporting.pt/

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *