Seleção A: Empate na Roménia

Equipa das Quinas realizou esta terça-feira mais um jogo de qualificação para o Mundial 2019 contra a Roménia.

A Seleção Nacional A feminina empatou esta terça-feira com a sua congénere romena, num jogo disputado no Estádio Municipal de Botosani.

Apesar de estarem afastadas da luta pelo segundo lugar, que poderia dar acesso ao Campeonato do Mundo de 2019, a armada lusa e a formação romena jogaram sempre com o foco na vitória, proporcionando um excelente espetáculo aos três mil adeptos que acompanharam o jogo no estádio.

Portugal assumiu cedo a iniciativa e teve sempre mais posse de bola, adaptando-se a uma Roménia que entrou expectante e a defender com cinco defesas. Apesar do superior  caudal ofensivo das portuguesas, foram as locais a primeiras a marcar em Botosani, numa jogada de contra-ataque. O remate de longe de Isabelle Mihail surpreendeu a guarda-redes Inês Pereira, aos 34 minutos.

Pouco tempo depois, Andreia Norton empatou a partida de bola parada, na transformação exemplar de um livre.

O segundo tempo também foi movimentado. Portugal esteve perto de marcar várias vezes, tendo atirado aos ferros aos 77 minutos. As romenas apareceram com perigo em tempo de descontos, só que esbarraram nos bons reflexos da guardiã portuguesa.

Como este empate, as seleções de Portugal e da Roménia permanecem, respetivamente, na terceira e quarta posições do Grupo 6 de qualificação para o Mundial-2019, ambas com cinco pontos.

Recorde-se que a Itália, primeira classificada do grupo, com 21 pontos, já se apurou diretamente para a prova mais importante de seleções, enquanto a Bélgica assegurou o segundo lugar, após vencer a Moldávia por 7-0 (13 pontos).

Francisco Neto em discurso direto:

“Sabíamos que ia ser um jogo complicado. Entrámos um bocadinho nervosos, com vontade de fazer tudo bem e corrigir o que tinha corrido mal em Itália. Construímos no início duas oportunidades que não conseguimos concretizar e acabámos por sofrer um golo num lance fortuito. Reagimos logo, empatámos ainda na primeira parte e dominámos a segunda.”

“Até ao tempo extra só se viu Portugal. Rematámos à trave, estivemos muito perto de marcar e garantir a vitória que tanto procurávamos. Sem dúvida nenhuma que o resultado não é justo para nós, principalmente pelo volume ofensivo que tivemos no segundo tempo. Fomos dominantes.”

“Saio daqui satisfeito com a exibição da equipa na segunda parte. Foi nessa fase que Portugal se mostrou mais próximo daquilo que normalmente é. Vamos com certeza refletir e tirar as nossas conclusões desta dupla jornada. O nosso objetivo é continuar a trabalhar para conquistar todos os pontos ainda em disputa neste apuramento”.

Ficha de jogo:

Qualificação para o Campeonato do Mundo França-2019
Grupo 6
Estádio Municipal de Botosani, Roménia

Árbitro: Ewa Augustyn (Polónia)
Árbitros assistentes: Kinga Seniuk-Mikulska (Polónnia) e Paulina Baranowska (Polónia)
Quarto árbitro: Alexandra Theodora Apostu (Roménia)

Roménia 1 – 1 Portugal (1-0 ao intervalo) 

Roménia: Andrea Paraluja, Meluja, Oprea, Nagy, Boran, Banuta (Corduneanu, 69′), Giurgiu, Stefania Vatafu (Andrea Herczeg,  79′), Andreea Voicu, Cristina Carp (Mara Batea, 60′), Isabelle Mihail.
Suplentes não utilizadas: Linda Kjtar, Brigita Goder, Mihaela Ciolacu, Bianca Sandu.
Treinadora: Mirel Albon
Golos: 1-0 Isabelle Mihail (34′)
Disciplina: Amarelos – Mihail (22′), Voicu (36′).

Portugal: Inês Pereira, Matilde Fidalgo, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Ana Borges, Dolores Silva, Vanessa Marques, Tatiana Pinto (Diana Silva, 63′), Cláudia Neto, Jéssica Silva, Andreia Norton..
Suplentes não utilizadas: Patrícia Morais, Mónica Mendes, Raquel Infantes, Laura Luís, Fátima Pinto, Carolina Mendes.
Treinador: Francisco Neto
Golos: 1-1 Andreia Norton (39′)
Disciplina: Amarelos – Dolores Silva (42′).

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

One Reply to “Seleção A: Empate na Roménia”

  1. É pena e muito triste mas falta a quem está a frente da seleção verem mais jogadoras de escalões inferiores que tem qualidades pra tar nela e representaram com muito amor as quinas ao peito, peço que olhem tambem pro escalões inferiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *