Seleção A: Portugal bate a Tailândia no Torneio das Quatro Nações

A Equipa das Quinas venceu, por 4-1, o encontro a contar para a 2.ª Jornada do Torneio das Quatro Nações que se disputa na China. Francisco Neto destaca justiça do resultado.

Depois do empate a zero diante da China, na primeira ronda do Torneio das Quatro Nações que se disputa em solo chinês, a Seleção Nacional A feminina venceu a sua congénere da Tailândia por claros 4-1.

Portugal marcou primeiro por Ana Leite, aos 43 minutos, mas as tailandesas responderam três minutos depois por Kanyanat Chetthabutr, levando a partida empatada para o intervalo. Carolina Mendes, que entrou aos 60 minutos, resolveu a partida com um hat-trick (67’, 86’ e 90+3’).

A Equipa das Quinas jogará na segunda-feira, diante da Finlândia, que perdeu com a China (1-2), a última ronda da competição.

Francisco Neto destaca justiça no resultado
O Selecionador Nacional falou ao fpf.pt de uma equipa competente e organizada que conseguiu construir um bom resultado mostrando maior domínio e controlo.

“Este foi um resultado inteiramente justo, num jogo em dominámos e demonstrámos grande competência e organização. Conseguimos criar boas situações de golo diante de um adversário que, sabíamos, poderia criar perigo nas transições e em contra-ataque, como aconteceu no golo que sofremos. A equipa, mesmo depois de sofrer o golo, manteve-se sempre tranquila apesar de termos feitos algumas alterações no onze inicial. Sabíamos que as jogadoras que iam entrar para o jogo iriam estar tranquilas e fazer um bom jogo, que foi o que acabou por acontecer. À medida que o jogo se foi desenrolando, fomos intensificando as oportunidades de finalização e a vitória aconteceu naturalmente. Portugal foi melhor e mais competente que a Tailândia. Acima de tudo, fomos uma equipa mais dominadora e controladora.”

Para a última ronda da competição, o técnico não espera facilidades diante de uma forte formação nórdica, mas garante que, apesar do cansaço, Portugal vai apresentar-se com uma equipa competitiva para disputar o resultado.

“Na segunda-feira, na derradeira partida desta competição, teremos como adversário a Finlândia. A nossa principal preocupação, neste momento, é recuperar. Estamos a competir com um dia de intervalo entre os jogos. Temos pouco tempo de recuperação e ainda existem algumas jogadoras com dificuldade de adaptação à diferença horária. No entanto, iremos procurar ser uma equipa competitiva e discutir o resultado, pois tem sido esse o objetivo destas jogadoras. Temos sido uma equipa altamente competitiva neste Torneio das Quatro Nações e é dessa forma que queremos continuar. Sentimos que crescemos de um jogo para outro. Hoje estivemos um pouco melhor no aspeto de organização ofensiva, enquanto no último jogo fomos mais fortes na organização defensiva, pois sentimos mais dificuldade em ter bola. Nesse próximo encontro, esperamos ter o maior equilíbrio possível nos diversos momentos de jogo, pois será muito complicado jogar diante de um Finlândia que é uma equipa muito forte fisicamente, que joga um futebol muito direto e que tem boas executantes. Já conhecemos bem esta formação nórdica, mas elas também nos conhecem bem. Mudaram de treinadora e, como é lógico, está a crescer e é uma Finlândia diferente daquela que defrontámos há pouco tempo. Vai ser um jogo que vai apelar à nossa capacidade de concentração e em que vamos ter de ser muito competentes para conseguir um bom resultado.”

Ficha de Jogo
Torneio Internacional Quatro Nações
Chongqing Yongchuan Sports Center, Chongqing Yongchuan (China)

Equipa de arbitragem: China.
Árbitro: Chang Xin Xin.
Árbitros assistentes: Cui Yongmei e Xie Lijun.
 Quarto árbitro: Yu Hong.

TAILÂNDIA 1-4 PORTUGAL (1-1, ao intervalo)

Tailândia: Nattaruja Muthtanawech, Kanjanaporn Saenkhun, Nattakarn Chinwong, Pikul Khueanpet, Warunee Phetwiset. Sunisa Srangthaisong – Cap., Rattikan Thongsombut, Orathai Srimanee, Nipawan Panyosuk (Silawan Intamee, 73’), Taneekarin Dangda (Saowaluk Pengman, 62’) e Kanyanat Chetthabutr (Khwanrudi Saengchan, 62’).
Suplentes não utilizadas: Waraporn Boonsing, Sukanya Chor Charoenying, Yada Sengyong, Duangnapa Sritala, Ainon Phancha, Phonphirun Philawan, Wilajporn Boothduang e Sudarat Chuchuen.
Treinador: Nuengrutai Srathongvian.
Golos: Kanyanat Chetthabutr (45+1’).
Disciplina: cartão amarelo para Taneekarin Dangda (59’) e Rattikan Thongsombut (65’).

Portugal: Patrícia Morais; Matilde Fidalgo (Carolina Mendes, 60’), Cláudia Lima (Vanessa Marques, 60’), Laura Luís (Diana Silva, 60’), Ana Leite (Ana Borges, 60’), Tatiana Pinto, Fátima Pinto (Andreia Norton, 73’), Dolores Silva – Cap., Carole Costa e Jéssica Silva.
Suplentes não utilizadas: Inês Pereira, Rute Costa, Mónica Mendes, Sílvia Rebelo, Sara Monteiro e Francisca Cardoso.
Treinador: Francisco Neto.
Golos: Ana Leite (42’) e Carolina Mendes (67’, 86’ e 90+3’).
Disciplina: cartão amarelo para Jéssica Silva (81’).

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe um comentário