Seleção A: Belgas mais eficazes

A Equipa das Quinas perdeu, esta terça-feira, em Penafiel, frente à Bélgica por 1-0, no primeiro encontro de qualificação para o Campeonato do Mundo.

A Seleção Nacional feminina registou, esta terça-feira, uma derrota na receção à Bélgica, por 1-0, naquele que foi o primeiro encontro de qualificação da formação portuguesa para o Mundial’2019. O encontro, disputado no Estádio Municipal 25 de abril, Penafiel, teve 4.136 pessoas a apoiar nas bancadas, o que constituiu um recorde.

A primeira metade do encontro foi particularmente equilibrada, com a equipa orientada por Francisco Neto a dispor de alguns lances perigosos junto de Odeurs, guardiã belga. A formação da Bélgica também criou oportunidades perto de Patrícia Morais, sobretudo por intermédio de Cayman.

A segunda parte iniciou-se praticamente com o golo das belgas, com De Caigny, aos 47′, a faturar de cabeça, no seguimento de uma bola parada. Portugal tentou, até ao final, anular a vantagem da equipa de Ives Serneels, mas a vitória acabou por sorrir à Bélgica.

Na caminhada rumo ao Mundial de França, Portugal vai defrontar as seleções de Itália, Roménia e Moldávia, além da Bélgica. Estão todas integradas no Grupo 6 da zona europeia de qualificação.

A Equipa das Quinas encontra-se na 34.ª posição do ranking mundial da FIFA. A Itália, primeira cabeça de série, é a adversária mais bem posicionada, na 18.ª; a Bélgica, primeira adversária da armada lusa, segue na 23.ª.

Ficha de jogo

Qualificação para o Campeonato do Mundo França 2019
1.ª jornada do Grupo 6
Estádio Municipal 25 de abril, Penafiel
Assistência de 4.136 pessoas

Árbitro: Anastasia Pustovoitova (Rússia)
Árbitros assistentes: Ekaterina Kurochkina (Rússia) e Sabina Valieva (Rússia)
Quarto árbitro: Ana Teixeira (Portugal)

Portugal 0-1 Bélgica (0-0 ao intervalo)

Portugal: Patrícia Morais, Ana Borges, Carole Costa, Raquel Infante, Dolores Silva (cap.), Tatiana Pinto, Fátima Pinto, Vanessa Marques, Diana Silva, Carolina Mendes (Andreia Norton, 69′), Ana Leite (Jéssica Silva, 59′).
Suplentes: Rute Costa, Matilde Fidalgo, Sílvia Rebelo, Mélissa Antunes, Laura Luís.
Treinador: Francisco Neto
Golos: -.
Disciplina: Cartão amarelo a Ana Borges (76′)

Bélgica: Justien Odeurs, Davina Philtjens, Tine De Caigny, Elke Van Gorp (Yana Daniels, 68′), Tessa Wullaert, Aline Zeler (cap.), Janice Cayman, Davinia Vanmechelen (Jana Coryn, 44′), Laura Deneve, Julie Biesmans e Laura Deloose
Suplentes: Diede Lemey, Maud Coutereels, Lenie Onzia, Charlotte Tison, Lola Wajnblum.
Treinador: Ives Serneels
Golos: De Caigny (47′)
Disciplina: Cartão amarelo a Daniels (75′).

In fpf.pt

AS

Desde sempre que jogo Futebol, mas nunca fui federada. O Portal Futebol Feminino em Portugal entrou na minha vida após uma pesquisa que estava fazer sobre o Futebol Feminino, e então cá estou a colaborar.

One Reply to “Seleção A: Belgas mais eficazes”

  1. Numa primeira abordagem, partilho o que deixei na página da Ana Borges do facebook, logo após o jogo com a Bélgica:
    Não tenho qualquer dúvida. Cumprida esta 1ª fase, com 3 jogos, todos em casa, o de hoje Portugal 0-1 Bélgica, o de 24NOV2017 contra a Rep. Moldava e o de 28NOV2017, com a Itália, deve haver uma avaliação objectiva por parte da FPF se o 1º lugar no grupo ou ser 2º, continua a ser possível.
    Cumprida a 2ª fase no mês de ABR2018 em que Portugal joga fora com a Bélgica, essa avaliação deve prosseguir.
    Numa 3ª fase, a 08 e 12JUN2018, jogando-se fora com a Itália e Roménia, cumpre-se um total de SEIS dos oito jogos deste apuramento.
    Nessa altura, das duas uma: ou ainda é possível um dos dois primeiros lugares do Grupo 6, e tudo bem, ou, se tal estiver inviabilizado, a FPF deveria considerar dar novo rumo à selecção, com um novo responsável, para os restantes dois jogos de AGO e SET2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *