Seleção A: Francisco Neto quer “seriedade e máxima concentração” frente à Moldávia

Portugal realiza esta sexta-feira, no Bonfim, o segundo jogo de apuramento para o Mundial de 2019. A partida será transmitida em direto pela RTP1.

A Seleção Nacional A de futebol feminino realiza, esta sexta-feira, diante da congénere da Moldávia, o seu segundo jogo de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2019. Será o primeiro encontro de Portugal com uma seleção em posição inferior no Ranking FIFA.

Na antevisão da partida, Francisco Neto desvalorizou as diferenças no ranking e disse que a armada lusa vai encarar a partida com “seriedade e máxima concentração”, até porque a Moldávia “dá poucos espaços às equipas adversárias” e “explora o conntra-ataque”

“Esperamos um jogo um bocadinho diferente. Provavelmente teremos mais posse de bola. Mas teremos de nos apresentar ao mais alto nível e altamente concentradas, porque estes jogos podem permitir no subconsciente algum relaxe e não podemos deixar que isso aconteça”, explicou.

“Temos de ser muito sérias, intensas e disponíveis para o jogo, para atingirmos os nossos objetivos”, acrescentou o Selelcionador Nacional, com os olhos postos nos três pontos, depois de Portugal ter perdido por 1-0 na primeira jornada, frente à Bélgica.

Confrontado com mais duas caras novas na Equipa das Quinas – a avançada Ana Capeta e a médio Ana Rita Viegas -, Francisco Neto lembrou que a Seleção é um espaço aberto à qualidade. “Temos estado sempre no terreno e focados no trajeto que as jogadoras fazem nos clubes. As convocatórias são um bocadinho a montra disso. Todos os fins de semana estamos nos campos em busca de talentos e próximos dass jogadoras”, contou.

Dolores Silva: “Não podemos facilitar”

A internacional portuguesa Dolores Silva também lançou com cautela o encontro com as moldavas: “O nosso foco é ganhar, mas não podemos facilitar. Nunca entramos em campo com a certeza de que vamos ganhar ou que vamos perder. São sempre 50 por cento de hipóteses para cada lado. É um jogo internacional com um peso muito grande”, afirmou, contando que o objetivo da Equipa das Quinas “é conquistar os três potos para ganhar confiança para o segundo jogo, frente à Itália”.

A jogadora espera ver muita gente nas bancadas do Estádio do Bonfim, em Setúbal, onde irá ter lugar o jogo, a partir das 17h00. “Ter o público nos nossos jogos é uma motivação extra. Jogamos em casa e isso tem de ser um fator a nosso favor. Esperamos que apareçam muitos adeptos”.

Árbitra eslovena

O jogo Portugal-Moldávia terá transmissão em direto na RTP1 e será dirigido pela eslovena Tanja Subotič. A árbitra será auxiliada pelas compatriotas Helena Buh e Staša Špur, com a portuguesa Ana Oliveira a desempenhar funções de quarto-árbitro.

In fpf.pt

AS

Desde sempre que jogo Futebol, mas nunca fui federada. O Portal Futebol Feminino em Portugal entrou na minha vida após uma pesquisa que estava fazer sobre o Futebol Feminino, e então cá estou a colaborar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *