Seleção Nacional A: Americanas mais eficazes

A Selção Nacional A perde por 1-0 com as Campeãs do Mundo, apesar de ter protagonizado uma exibição empolgante.

Já a pensar na qualificação para o próximo Campeonato da Europa de futebol feminino, que arrancará em agosto de 2019, a Equipa das Quinas teve a oportunidade de defrontar os EUA e a exibição da Equipa das Quinas foi, no mínimo, empolgante, frente à seleção que detém o título de Campeã do Mundo e lidera a hierarquia mundial de seleções da FIFA.

Apesar de ter sofrido um golo perto do intervalo, numa jogada confusa na área, a formação portuguesa começou bem o jogo e mostrou sempre uma atitude competitiva, que podiam ter outra expressão no marcador, sobretudo no primeiro tempo.

Em vantagem desde os 43 minutos, os EUA só no segundo tempo conseguiram revelar todo o seu potencial, saindo do Estoril com o 500.º triunfo da sua história.

Este foi o primeiro de três jogos de preparação que a Equipa das Quinas tem agendados para novembro, em solo nacional. Seguem-se dois embates diante do País de Gales, o primeiro em Rio Maior, pelas 18h00, no sábado, e o segundo no dia 13, às 15h00, na Cova da Piedade.

Francisco Neto em discurso direto:

“A expressão ‘sem medo’ era para os duelos. Tinham que conter as situações até que chegasse alguém. Temos sempre respeito e humildade em campo, sem medo dos adversários.

Quando estamos neste espaço não temos tanto tempo de treino, porque estamos sempre a competir. Este jogo é bom para analisarmos as diferenças e não podíamos desperdiçar a oportunidade de jogar com os Estados Unidos e perceber em que ponto estamos. Estes jogos são para isso.

Fomos organizados defensivamente na primeira parte. Na segunda parte, tivemos mais dificuldades e não acertámos os tempos de pressão, mas corrigimos isso e conseguimos estar mais competitivos. Sabemos qual é o caminho que temos que seguir e tivemos duas ou três oportunidades de golo.”

Ficha de jogo:

Jogo de preparação
Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril
Portugal 0 – 1 EUA (0-1 ao intervalo)

Árbitro: Rebecca Welch (ING)
Árbitros assistentes: Sian Massey e Helen Byrne (ING)
4.º Árbitro: Vanessa Gomes

PORTUGAL – Patrícia Morais, Matilde Fidalgo, Sílvia Rebelo, Carole, Mónica Mendes; Tatiana Pinto (Fátima Pinto, 86′), Dolores Silva – Cap., Vanessa Marques, Carolina Mendes (Andreia Norton, 63′) 62′),  Diana Silva (Ana Leite, 86′) e Jéssica Silva.
Suplentes: Inês Pereira, Rute Costa, Diana Gomes, Vânia Duarte, Laura Luís, Ana Capeta, Monique Gonçalves, Telma Encarnação.
Treinador: Francisco Neto
Golos: nada a assinalar
Disciplina: Amarelos – Jéssica Silva (48′)

EUA – Alyssa Naeher, Becky Sauerbunn, Andi Sullivan (Danielle Collaprico, 46′), Abby Dahlkemper, Lindsey Horan, Mallory Pugh (Emily Sonnett, 73′), Megan Rapinoe – Cap., Rose Lavelle (Julie Ertz, 82′), Crysttal Dunn, Jessica McDonald (Alex Morgan, 46′), Emily Fox (Carli LLoyd, 63′).
Suplentes: Ashlyn Harris, Sam Mewis.
Treinador: Jill Ellis
Golos: 0-1 Jessica McDonald (42′)
Disciplina: Amarelos – Andi Sullivan (31′); Crystal Dunn (69′)

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe um comentário