Seleção Nacional Sub-19: Eslováquia mais eficaz

A Seleção Nacional Sub-19 jogou esta quinta-feira, em Taveiro, mais um encontro de preparação frente à Eslováquia. Eslovacas venceram por 3-1.

Após a vitória da Seleção Nacional Sub-19, na passada terça-feira, por 2-1, neste segundo encontro, a pensar no Campeonato da Europa Escócia 2019, a equipa da Eslováquia foi mais eficaz. Num jogo que conheceu duas partes bem diferentes, a eficácia eslovaca fez a diferença. Portugal sentiu dificuldades na primeira parte e o adversário aproveitou para construir um resultado de 3-0 até ao intervalo. No segundo tempo, a formação lusa mostrou capacidade de resposta e o resultado podia ter sido outro, caso não tivessem havido tantas falhas na altura de finalizar.

Recorda-se que Portugal jogará integrado no Grupo 11, que será disputado na Bulgária, o acesso à Ronda de Elite – a derradeira fase de qualificação para o Europeu. A formação orietada por Carlos Sacadura disputa uma das duas vagas diante da Roménia (1 de outubro), Bulgária (4 de outubro) e Itália (7 de outubro).

Carlos Sacadura em discruso direto
“Este jogo representou mais um importante momento de observação e preparação para uma equipa que irá iniciar a qualificação para o Europeu. O jogo de hoje teve duas partes distintas. Na primeira parte não conseguimos interpretar bem o jogo e deixámos o adversário alcançar uma vantagem significativa. A nossa segunda parte foi muito bem conseguida. Exercemos um domínio completo e apenas falhámos na finalização. Não fiquei satisfeito com a capacidade inicial que a equipa mostrou, mas, por outro lado, fiquei muito satisfeito com a resposta que a equipa dentro da adversidade. A equipa demonstrou grande atitude e controlo e conseguiu, na segunda parte, fazer aquilo que pretendemos.

Partimos para estes dois jogos com dois grandes objetivos que passavam por conhecer melhor as jogadoras, avaliar as soluções que temos, e refinar o nosso modelo de jogo. Nessa perspetiva estou satisfeito, pois conhecemos melhor as jogadoras e isso permite-nos escolher o melhor grupo para atacar a qualificação e otimizá-lo de forma a conseguirmos chegar ao apuramento com ambição de chegar à Ronda de Elite.”

Ficha de Jogo
Jogo de preparação
Estádio Municipal Sérgio Conceição, Taveiro/Coimbra

Árbitro: Sandra Bastos.
Árbitros assistentes: Ana Paula Teiceira e Daniela Simões.
Quarto árbitro: Ana Afonso.

Portugal 1-3 Eslováquia (0-3, ao intervalo)

Portugal: Carolina Jóia, Francisca Silva, Diva Meira, Maria Dias, Cláudia Machado – Cap., Daniela Santos, Mariana Rosa, Andreia Faria, Vânia Duarte, Joana Gomes e Leanna Rebimbas.
Suplentes: Bárbara Marques, Inês Queiroga, Paula Ferreira, Catarina Pereira, Beatriz Cameirão, Joana Martins, Sónia Costa, Ana Teles e Beatriz Barbosa.
Treinador: Carlos Sacadura.
Golos: Vânia Duarte (46’).
Disciplina: -.

Eslováquia: Dominika Rezeková, Diana Lemešová – Cap., Janka Lukáčová, Viktória Kratochvílová, Katarína Niňajová, Kristína Tipulová (Stela Semanová, 82’), Laura Žemberyová (Kristína Panáková, 82’), Victoria Kaláberová (Simona Levaiová, 63’), Desana Dianišková, Henrieta Poláčiková (Simona Pružinská, 57’) e Andrea Bogorová.
Suplentes não utilizadas: Karolína Bátkyová, Natália Miniariková, Kristína Tesáková, Karolína Srnková e Viktória Nagy.
Treinador: Jozef Jelšic.
Golos:  Francisca Silva (autogolo 23’) e Andrea Bogorová (31’ e 43’).
Disciplina: cartão amarelo para Victoria Kaláberová.

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe um comentário