Seleção Nacional Sub-19: “Estamos no bom caminho”, Carlos Sacadura

O Treinador Nacional, Carlos Sacadura, mostrou-se satisfeito no final do estágio e destacou evolução das sub-19 lusas em relação ao último estágio.

A Seleção Nacional feminina sub-19 concluiu, esta quinta-feira, um estágio de preparação que decorreu ao longo de quatro dias na Cidade do Futebol e que contemplou a realização de cinco treinos e um jogo treino diante da formação masculina de 2002 do SC Linda-a-Velha.

O Treinador Nacional Carlos Sacadura explicou os objetivos principais deste estágio, mostrando-se satisfeito no final dos trabalhos.

“Para este estágio, tínhamos como objetivo principal consolidar aquela que é a nossa ideia de jogo e observar mais algumas jogadoras no contexto deste espaço Seleção Nacional. Paralelamente a estes objetivos, pretendemos consolidar a coesão do grupo, algo que para nós também é muito importante. Neste sentido, o estágio foi extremamente positivo e as atletas responderam muito bem às exigências. Mesmo no momento mais competitivo, no jogo-treino diante de uma equipa masculina, num contexto de grande adversidade, deram uma boa resposta. Esse momento, permitiu dar mais competitividade em relação àquela que elas normalmente enfrentam no contexto de clube. Tirámos boas ilações e penso que estamos no bom caminho para podermos chegar bem ao apuramento.”

O técnico destacou a evolução da equipa desde o último estágio.

“Houve uma evolução positiva do primeiro estágio para este. Essa evolução registou-se não só em relação à nossa ideia de jogo e à pragmatização da mesma, como em relação à interação existente entre a equipa técnica e as jogadoras. É neste conhecimento mútuo e da partilha de opiniões que nós queremos construir uma ideia de jogo comum, pois isso permite-nos ter uma identificação do modelo do futebol feminino e das capacidades individuais que encontramos.”

Essa primeira fase de apuramento para o Campeonato da Europa, em que a Equipa das Quinas terá de defrontar, entre 1 e 7 de outubro, as formações de Roménia, Bulgária e Itália, ainda vai ter dois momentos de preparação, mas o técnico diz que já começou a ser preparada.

“Temos vindo a trabalhar naquela que é a nossa ideia de jogo, que é muito centrada naquelas que são as características da qualificação que vamos ter e nos adversários que vamos encontrar. Queremos muito conseguir o apuramento e, para isso, temos de ser essencialmente muito eficientes no trabalho que vamos desenvolvendo. Vamos voltar a trabalhar num estágio de 10 a 14 de setembro e, na semana seguinte, teremos dois jogos de preparação com a Eslováquia. Estes dois testes serão os últimos antes da qualificação.”

Neste seu regresso às seleções nacionais femininas, Carlos Sacadura realçou as melhorias bastante significativas das condições de trabalho desde a sua última passagem pela FPF.

“Encontrei uma evolução enorme na organização da Federação Portuguesa de Futebol. Existe um profissionalismo muito acima da média. Já trabalhávamos bem, mas, neste momento, o suporte que é dado por toda a estrutura foi muito reforçado. Esta melhoria permite-nos procurar resultados mais ambiciosos do que anteriormente procurávamos.”

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe um comentário