Sub-16: de uma lesão nasceu uma grande avançada , Carolina Santana

A jovem internacional partilha a sua curiosa história e mostra-se orgulhosa por integrar, mais uma vez, o estágio das sub-16.

Há quem diga que nas adversidades há sempre uma janela de oportunidade. Carolina Santana é a prova de que as crises podem ser encaradas como uma oportunidade. A jovem internacional, que agora integra o estágio da Seleção Nacional feminina sub-16, viu a sua carreira transformar-se depois um infortúnio: Comecei com 8 ou 9 anos como guarda-redes. Entretanto lesionei-me nos dedos de uma mão e colocaram-me a jogar na frente, como avançada. A equipa técnica gostou do que viu e, como já tínhamos muitas guarda-redes, continuei. Pelos visto esta lesão foi uma sorte”, assegurou.

Relativamente aos trabalhos na formação orientada por Ricardo Tavares, a avançada mostra-se orgulhosa e destaca a união do grupo: “Sinto-me muito bem por estar novamente entre as convocadas. É o reconhecimento que o meu trabalho está a ser bem realizado. Sinto o grupo está cada vez mais unido e para mim isso é muito importante”, referiu, no final da dupla sessão de treinos na Cidade do Futebol.

Em declarações ao fpf.pt, Carolina Santana sublinha a aprendizagem constante e a intensidade destes dias de estágio: “Os treinos na Seleção Nacional são sempre exigentes, o que acaba por ser muito positivo pois o nosso objetivo é crescer e evoluir. Gosto de aprender sempre, seja com as minhas colegas ou com a equipa técnica. É bom sentir que o grupo é unido. Procuramos receber todas as jogadoras de uma forma agradável e acolhedora.

Para concluir, a avançada confessa a admiração por Jéssica Silva, que classifica como uma jogadora “com uma técnica que deixa qualquer pessoa de boca aberta”.

Eis o programa da Equipa das Quinas:

19. 04. 2018| quinta-feira
10h30 Treino (Cidade do Futebol)

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe um comentário