Sub-16: “Jogar no limite” , Ricardo Tavares

A Equipa das Quinas aponta já ao jogo de quarta-feira após dois jogos em quatro dias. O Técnico Nacional quer voltar a ver uma equipa competitiva e a mostrar qualidade.

A Seleção Nacional feminino sub-16 já se encontra focada no seu próximo desafio no Torneio de Desenvolvimento da UEFA, depois de, na segunda-feira, ter efetuado um excelente teste diante da formação dos Estados Unidos, conforme explicou o Treinador Nacional, Ricardo Tavares, ao fpf.pt.

“Não poderíamos ter tido um jogo mais competitivo do que aquele que fizemos ontem. A este nível de seleções sub-16, jogámos diante da equipa de top. Defrontámos a primeira seleção do ranking mundial e acabámos por perder com um golo nos descontos. O jogo correu-nos bem. Tratou-se de um jogo intenso, muito disputado. Não foi o nosso melhor jogo, mas foi, por certo, o nosso teste mais intenso. Acabámos por morrer na praia com um erro que cometemos no tempo de compensação. Claro que nunca ficamos satisfeitos quando perdemos, mas o que fica é uma excelente prestação das nossas jogadoras. Este Torneio de Desenvolvimento serve para que as jogadoras possam evoluir e as jogadoras percebem que os erros, por mais pequenos que possam ser, se pagam caro.”

O técnico espera mais uma partida difícil na próxima quarta-feira (pelas 15h00, no Estádio Cidade de Barcelos), diante da Bélgica.

“Vai ser mais um encontro difícil que teremos pela frente. Estando o primeiro lugar já entregue aos Estados Unidos, está por definir quem ficará na segunda posição como a primeira seleção europeia. Vamos lutar por essa posição, sabendo que teremos pela frente uma equipa de qualidade. Após dois jogos em quatro dias é natural que exista algum cansaço. É verdade que as duas equipas estão em igualdade de circunstâncias, mas será algo que condicionará o jogo. Da nossa parte, vamos encarar o jogo da mesma forma, jogando no limite.”

A Equipa das Quinas iniciou a competição com um triunfo diante da Suíça (3-1) e perdeu pela margem mínima (1-2) diante dos Estados Unidos.

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *