Algarve Cup arranca

Arrancou, esta terça-feira, o XVIII Algarve Cup – Mundialito de Futebol Feminino. A primeira jornada do torneio ficou marcada pela vitória lusa, diante da formação galesa, por 3-1.

EUA e Noruega na frente
Os jogos do grupo A ficaram marcados pelas vitórias das formações norte-americana e norueguesa, ambas por 2-1, diante do Japão e Finlândia, respectivamente.

Ao contrário da selecção dos Estados Unidos da América, que iniciou e terminou o encontro na dianteira do marcador, a Noruega viu a sua congénere finlandesa a inaugurar o marcador aos 28 minutos.

O empate não se fez tardar (28 minutos) e, dez minutos volvidos, já a Noruega se encontrava em vantagem.

Golo madrugador
Tendo decorrido à mesma hora, os jogos da primeira jornada do grupo B tiveram desfechos distintos, com as formações da Islândia e Dinamarca a assumirem a dianteira do grupo.

No encontro disputado em Ferreiras, a formação dinamarquesa surpreendeu tudo e todos ao inaugurar o marcador nos segundos iniciais da partida. A Dinamarca, que beneficiou de um auto-golo (Wang Dongni, ao minuto 1), entrou para a história deste Algarve Cup ao apontar o primeiro tento do torneio.

Em Loulé, o empate a uma bola dominou os primeiros 45 minutos da partida e terminou com a vitória da Islândia por 2-1. A Suécia adiantou-se no marcador aos dois minutos, porém a formação islandesa empatou à passagem do minuto 38 e confirmou a vantagem quando o marcador exibia o 54º minuto.

Clique aqui para conferir os resultados e classificações do Algarve Cup – Mundialito de Futebol Feminino, após a primeira jornada.

Consulte aqui a classificação Fair-play.

Carla Couto bisa
O primeiro encontro do grupo C opôs as selecções da Roménia e Chile, tendo terminado com a vitória romena por 2-0. A equipa orientada por Maria Delicou cedo deu provas da sua determinação e ainda antes do intervalo (38 minutos) vencia por 1-0.

Sem hipóteses de resposta, as jogadoras chilenas viram as adversárias confirmar a vitória à passagem do minuto 55 por Cosmina Dusa, que bisou na partida.

Ao final do dia, foi a vez da Equipa das Quinas entrar em campo, defrontar e vencer o País de Gales. Carla Couto abriu o marcador nos instantes iniciais da partida (11 minutos) e, logo depois (18 minutos), Edite Fernandes dilatou a vantagem lusa. Ainda antes do intervalo, Loren Dykes reduziu para 2-1.

À passagem do minuto 56, Carla Couto bisou na partida e fechou a contagem do encontro de Vila Real de Santo António.

14 golos marcados
Nesta primeira jornada do torneio, foram apontados 14 tentos, tendo Portugal alcançado a vitória mais dilatada, por 3-1.

Carla Couto recordista
A avançada lusa, Carla Couto, que bisou na primeira partida da Equipa das Quinas no Algarve Cup, conta já com 17 tentos nesta competição, nesta que é a sua 15ª presença na prova, ultrapassando, assim, a norte-americana Abby Wambach que contabiliza 16 golos, ficando em branco nesta ronda.

A formação dinamarquesa ficará na história desta edição do Algarve Cup ao ter apontado o primeiro e o mais rápido golo da presente edição.

Algarve Cup responsável
Com o objectivo de introduzir, pela primeira vez, as preocupações ambientais em eventos desportivos organizados pela Federação Portuguesa de Futebol, o organismo máximo do Futebol Português associou-se à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), organismo tutelado pelo Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território, promovendo várias iniciativas durante o Algarve Cup-Mundialito de Futebol Feminino, fundamentalmente durante os 24 da competição.

Antes do apito inicial de cada encontro, as equipas participantes exibem uma faixa alusiva ao Ano Internacional das Florestas, que se comemora em 2011.

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *