Confiança responsável

A Selecção Nacional Feminina “A” já está em Ierevan, onde prepara a estreia no Grupo 7 de apuramento para o Campeonato da Europa 2013 – que decorrerá na Suécia –, diante da Arménia.

O grupo está motivado e muito empenhado em arrancar com o pé direito esta nova etapa de qualificação, tendo em mente que, apesar do histórico de confrontos com as arménias ser francamente favorável – duas vitórias lusas e 10-0 em golos –, só com grande concentração e responsabilidade Portugal sairá daquele país de Leste com os três pontos na bagagem.

Repetir o triunfo (3-0) de Agosto de 2010, em Ierevan, é uma meta desejada por todos. Mas para isso, são necessários golos, pelo que nada melhor do que falar com… uma defesa. Pode parecer um contra-senso, mas nem o é tanto. É que Carole Costa já se tornou numa “especialista” no que diz respeito a marcar diante da Arménia, somando dois tentos, exactamente o número de golos que já apontou com a Camisola das Quinas.

“É de facto curioso que os dois únicos golos que apontei na Selecção Nacional tenham sido diante da Arménia e seria óptimo sinal que essa tendência se mantivesse. Mas o mais importante é que a Selecção vença”, assegura Carole, em declarações ao fpf.pt.

A talentosa defesa portuguesa apela “à concentração e união do grupo”, referindo que dessa forma “Portugal ficará mais perto de vencer”. “Não podemos facilitar, nem entrar desconcentradas. Só temos que impor o nosso jogo e fazer alguns ajustes em função daquilo que a Arménia for apresentando. Temos um tipo de futebol mais evoluído e sabemos que somos superiores, mas não basta dizê-lo, é preciso marcar golos e sair daqui com os três pontos”, argumenta.

“Temos vindo a trabalhar bem, as jogadoras já apresentam um bom ritmo competitivo e estamos confiantes, mas atentas às dificuldades que podemos vir a enfrentar”, concluiu.

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *