“Fui internacional uma vez, mas chegou para saber a importância que aquela camisola tem e o que se sente ao ouvir o hino antes de um jogo. “, Cris, Esperança AC

1)B.I. Futebolistico
Nome completo: Ângela Cristina Figueiredo Rodrigues
Nome Futebolístico: Cris
Local e data de nascimento: Oeiras – 21.12.1982
Nacionalidade: Portuguesa
Profissão: Ex-militar
Ano que iniciaste a prática futebol federado: 1995
Clubes que já representaste no futebol: Monte de Caparica Atlético Clube (futsal), Almada Atlético Clube (futsal), Beira Mar de Almada e  União Recreativa de Cadima.
Clube Actual: Esperança Atlético Clube
Posição especifica: Médio Esquerdo/Dir ou 10.
Títulos Colectivos Conquistados : Nenhum
Títulos Individuais Conquistados : Melhor Jogadora, Fair-play e Melhor Marcadora
Número de internacionalizações: 1
Clube Favorito: Sport Lisboa e Benfica
Número Preferido: 9
Jogador preferido: Pablo Aimar
Jogadora preferida: Alex Morgan
Uma virtude: Persistente
Um defeito : Teimosa

2)Como é que começaste a praticar futebol?

Através de um amigo que me levou a treinar no meu primeiro clube, Monte de Caparica Atletico Clube , futsal e não federado.

3)Tiveste o apoio da tua família?
Sempre tive o apoio da minha família, inclusive eles gostam de ir ver os jogos sempre que podem.

4)O futebol foi sempre a única paixão , ou gostavas de fazer desporto em geral?

Apesar de sempre ter sido muito boa em quase todos os desportos, excepto ginástica, o futebol foi sempre a minha grande e única paixão.

5)Qual foi o melhor e o pior momento que viveste no futebol até hoje e porquê?

O melhor momento foi quando me sagrei vice campeã pelo Cadima e quando chegámos 3 vezes ás meias finais da taça. O pior foi sem dúvida a minha lesão que me impediu de jogar mais de meio ano.

6)Como te descreves como jogadora?

Dentro de campo possuo os mesmos valores que me identificam no meu dia a dia, sou muito persistente, nunca desisto, quero aprender sempre mais, fazer sempre melhor, gosto de transmitir os meus conhecimentos ás minhas colegas mais novas pois já ando nisto há um tempito. Adoro jogar futebol e faço-o com alegria. Encaro os treinos tal como encaro um jogo pró campeonato.

7)Tens alguma superstição ou ritual antes ou depois dos jogos?

Tenho ! Costumo rezar e benzer-me antes dos jogos.

8)O que te motiva para continuares a jogar futebol?

Acho que a maior motivação é mesmo a minha paixão pelo futebol mas confesso que as amizades que se fazem na equipa e o querer mostrar ás mais novas que elas podem ter aquilo que nunca tive tentando transmitir-lhes alguns dos meus conhecimentos como futebolista.

9)Alguma vez sentiste que o futebol te prejudicava nos estudos ou na tua vida profissional ?

Não. Nunca senti que o futebol atrapalhasse a minha vida quer a nível pessoal quer a nível profissional, é verdade que ocupa algum tempo, que ás vezes deixamos de fazer coisas que outras pessoas da nossa idade fazem mas se o deixamos é porque estar dentro das quatro linhas significa muito mais.

10)A falta de condições e de reconhecimento do futebol feminino é só um problema de dinheiro?

Não acho que seja apenas um problema de dinheiro, acho que é também um problema de ter as pessoas certas à frente do processo de desenvolvimento do futebol feminino, pessoas que amem tanto o futebol quanto as jogadoras que pisam os relvados todos os fim de semanas.

11)Achas que o futebol feminino ainda está ligado a preconceitos?

Já se verifica uma diferença de á uns dez anos para cá, nota-se que as pessoas já possuem um conhecimento mais aprofundado contudo ainda existe muito preconceito, muito aquela imagem de que as mulheres não sabem jogar futebol e que é só pontapé para a frente.

12)Achas que num futuro próximo vamos ter uma liga profissional em Portugal?

Se o futuro próximo for daqui a uns 10, 15 anos talvez. Antes disso duvido, muito mais se as coisas continuarem como estão. Campeonatos com apenas 6 equipas com paragens de 1 mês ou mais.

13)Qual a liga estrangeira que mais te atrai?

Espanhola, sem dúvida. Além da Portuguesa.

14)Se te aparecesse uma oportunidade para ser profissional em Portugal ou no estrangeiro aceitavas?

Sem hesitar. Poder fazer o que mais amo e poder viver disso é o sonho de qualquer jogadora.

15)Até quando pensas jogar futebol?
Como costumo dizer ás minhas colegas e família, até as minhas pernas me deixarem.

16)Como é vestir a camisola da selecção portuguesa?

Apenas fui internacional uma vez, contudo essa única vez chegou para saber a importância que aquela camisola tem e o que se sente ao ouvir o hino antes de um jogo.

17) Qual a sensação antes de entrar em campo na 1ª internacionalização ?
As pernas tremem muito ?

Lembro-me que quando o seleccionador me disse que iria jogar a titular nem queria acreditar, foi um misto de sensações, muita alegria misturada com muitos nervos e muito medo de errar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *