Futebol feminino pode gerar mil milhões em patrocínios

Com esta modalidade a crescer em popularidade no mundo inteiro, a consultora Brand Finance acredita que o valor dos patrocínios irá disparar. No mundial do passado domingo, que terminou com a vitória dos EUA, também estiveram presentes na competição empresas de vários setores: telecomunicações, finanças, banca, energia, automóvel ou desporto.

O valor potencial do patrocínio no futebol feminino está avaliado em cerca de mil milhões de euros, segundo a Brand Finance Football Annual 2019, consultora independente de avaliação de marcas. A análise divulgada esta semana tem em conta as diferenças e as audiências televisivas entre homens e mulheres no Mundial de Futebol, os prémios em dinheiro e os valores dos patrocínios.

De acordo com o relatório, os clubes poderiam utilizar os patrocínios de forma mais eficaz. A prática de juntar o valor distribuído pelas marcas num único pacote para a equipa masculina e feminina é uma das principais causas de perda de receita para os detentores de direitos e de perda de marketing para as marcas corporativos.

Com o futebol feminino a crescer em popularidade, o desporto beneficiaria bastante se separasse estes acordos e convidasse uma maior variedade de marcas para patrocinar o jogo. A Brand Finance espera que – com base no sucesso do Mundial de Futebol, que registou números recordes de audiência – as ligas e os clubes femininos em todo o mundo encontrem a melhor maneira de aproveitar o valor estimado de 1,2 mil milhões de dólares (mil milhões de euros) que poderão estar em cima da mesa.

Para o CEO da Brand Finance, David Haigh, “os acordos recentes, incluindo o contrato de sete anos da Visa com a UEFA e o apoio da Lucozade à seleção inglesa são passos na direção certa para aumentar a popularidade do desporto”. “Sem dúvida veremos uma mudança mais permanente na dinâmica dos negócios, bem como na dinâmica social do futebol”, acrescentou.

Já Bryn Anderson, diretor de avaliação desportiva da consultora, comentou: “Como as marcas corporativas dão os primeiros passos no patrocínio do futebol feminino, a necessidade de avaliação e retorno sobre o investimento nunca foi maior. É importante para as marcas monitorizar a eficácia dos patrocínios para uma visão estratégica num mercado relativamente novo e excitante”.

A seleção dos Estados Unidos conquistou no domingo passado o quarto título de campeã mundial de futebol feminino, ao vencer na final a Holanda, campeã europeia em título, por 2-0, em jogo disputado em Lyon. Após uma primeira parte sem golos, os Estados Unidos abriram o marcador no segundo tempo, aos 61 minutos, através da transformação de uma grande penalidade pela capitã Megan Rapinoe. Oito minutos depois, numa jogada individual, Lavelle fez o segundo golo, com um remate forte à entrada da área.

Os principais patrocinadores
A Visa tornou-se o primeiro patrocinador único do futebol feminino da UEFA. Com esta parceria, que decorre até 2025, a instituição financeira vai apoiar a modalidade desde as bases até à Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA. O acordo vai permitir à empresa tornar-se, até 2025, o patrocinador principal da Liga dos Campeões de Futebol Feminino da UEFA, do Campeonato Europeu de Futebol Feminino, dos Campeonatos Europeus de Futebol Feminino Sub-19 e Sub-17 e do Campeonato da Europa de Futsal Feminino da UEFA. A Visa vai também apoiar a plataforma de marketing de futebol da UEFA, Together #WePlayStrong, que visa fazer com que mais mulheres e raparigas descubram a modalidade. A iniciativa de revolucionar o modelo tradicional de patrocínio desportivo foi levada a cabo pela UEFA para continuar a acelerar o crescimento do futebol feminino na Europa e criar mais oportunidades comerciais para desenvolver o desporto.

Leia o artigo completo aqui

In O Jornal Económico

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *