Hwang Bo-ram, a coreana que representará as mães no Mundial

As disparidades salariais entre homens e mulheres são grandes na Coreia do Sul.

Hwang Bo-ram é a única jogadora da seleção feminina da Coreia do Sul que sabe o que é ser mãe. Uma condição que obriga a jogadora a ser um exemplo dentro e fora das quatro linha, numa sociedade patriarcal que oferece pouco espaço para quem é mãe. As asiáticas estarão no Mundial de futebol feminino, que arranca em França esta sexta-feira.

As disparidades salariais entre homens e mulheres são grandes na Coreia do Sul e uma gravidez pode deitar por terra uma carreira no futebol. Quando Hwang Bo-ram deu à luz a uma menina há 14 meses, ninguém esperava que a defesa central pudesse voltar a jogar no seu clube, o Hwacheon KSPO, muito menos pela seleção nacional do seu país.

Quem duvidou não contavam com a garra desta defesa, que também é a única jogadora da Coreia do Sul casada e, aos 31 anos, a mais experiente da equipa.

“Voltar a treinar foi muito difícil” depois do parto, explicou. “Tenho que dar o bom exemplo, não quero ouvir as pessoas dizerem: ‘Ela teve um bebé’, ou: ‘Ela é velha demais para jogar agora’. Então não procurei desculpas, escondi os meus sentimentos e treinei ainda mais”, explicou a defesa central, que já tinha visto a vida pessoal tornar-se pública quando o noivo pediu-a em casamento, no relvado, depois de um jogo da Coreia do Sul no Mundial de 2015, no Canadá.

No Campeonato Sul-coreano de futebol feminino, onde apenas uma outra mulher tinha jogado depois de ser mãe, Hwang Bo-ram voltou a jogar em dezembro, antes de voltar à seleção em abril e de ser convocada para o Mundial em maio.

Leia o artigo completo aqui

In desporto.sapo.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *