“Há mulheres que também sabem espalhar magia no futebol”, Lara Carapau, CAC da Pontinha

1) B.I. Futebolistico
Nome completo: Lara Catarina Sousa Martins
Nome Futebolístico: Lara Carapau
Local e data de nascimento: 27-09-1997 , Maternidade Alfredo Da Costa
Nacionalidade: Portuguesa
Profissão: Estudante
Ano que iniciaste a prática futebol federado: 2006/2007 – Futsal
Clubes que já representaste no futebol: Futsal – Grupo Desportivo Unidos de Arcena , União Atlético Povoense. Futebol – Clube Atlético Cultural Pontinha
Clube Actual: Clube Atlético Cultural Pontinha
Posição especifica: avançado
Títulos Colectivos Conquistados : 1º lugar nos seguintes torneios: Tojeira, Estrelas do Feijó, Santiago Dos Velhos, Loures e Caneças (Futsal)
Títulos Individuais Conquistados :
Número de internacionalizações:
Clube Favorito: Real Madrid
Número Preferido: 8
Jogador preferido: Cristiano Ronaldo
Jogadora preferida: Mélissa Antunes
Uma virtude: Simpática
Um defeito : Teimosia

2)Como é que começaste a praticar futebol?
Desde de muito pequena que jogo à bola e sempre o amei fazer.. jogava com os meus primos e na escola com todos os rapazes. Mas foi em 2005 que me juntei a uma equipa de rapazes ‘a sério’ no meu bairro.

3)Tiveste o apoio da tua família?
Sim, principalmente do meu pai. Esteve sempre pronto para me ajudar em qualquer problema e sempre apoiou as minha decisões!

4)O futebol foi sempre a única paixão , ou gostavas de fazer desporto em geral?
Eu gosto de todo o tipo de desporto, mas só o futebol é que me faz vibrar totalmente e sim, é a minha grande paixão.

5)Qual foi o melhor e o pior momento que viveste no futebol até hoje e porquê?
Sem duvida um dos melhores momentos foi ter ficado na Selecção Distrital e poder ir ao Inter-Associações e ao estagio da Selecção Coca-cola. O pior talvez tenho sido o Torneio em Espanha TapiaCup, as equipas adversárias eram realmente muito fortes e eu não estava a espera, por outro lado foi um torneio muito bom que serviu como aprendizagem e crescimento de toda a minha equipa.

6)Como te descreves como jogadora?
Penso que sou humilde e trabalhadora, com um pouco de técnica e um bom remate.

7)Tens alguma superstição ou ritual antes ou depois dos jogos?
Tento distrair-me para tentar desviar a ansiedade e os nervos mas ao mesmo tempo concentrar-me.

8)O que te motiva para continuares a jogar futebol?
O querer melhorar cada vez mais e mais para um dia atingir o objectivo/sonho que é poder vestir a camisola da selecção Nacional.

9)Alguma vez sentiste que o futebol te prejudicava nos estudos ou na tua vida profissional?
Talvez, mas por chegar tarde a casa em dias de semana e em vez de estudar ir para treinos ou jogos… Mas penso que se nos organizarmos, conseguimos conciliar bem as duas coisas. E como diz um ditado ”quem corre por gosto não cansa”.

10)A falta de condições e de reconhecimento do futebol feminino é só um problema de dinheiro?
Penso que não, é a falta de interesse das pessoas, isso sim.

11)Achas que o futebol feminino ainda está ligado a preconceitos?
Não tanto, mas algumas pessoas ligam logo o mundo do futebol feminino a ‘marias-rapazes’, enquanto que nem é sempre assim!
Comparado com uns tempos atrás acho que tem vindo a melhorar imenso.

12)Achas que num futuro próximo vamos ter uma liga profissional em Portugal?
Eu gostava imenso, talvez aí o resto das pessoas saibam dar valor, há mulheres que também sabem espalhar magia no futebol.

13)Qual a liga estrangeira que mais te atrai?
Americana

14)Se te aparecesse uma oportunidade para ser profissional em Portugal ou no estrangeiro aceitavas?
Não sei, teria de pensar muito bem antes de tomar qualquer decisão.

15)Até quando pensas jogar futebol?
Até o meu corpo o permitir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *