Lei do Futebol: Regra 16

Regra 16: O pontapé de baliza

O pontapé de baliza é uma forma de recomeçar o jogo. Um pontapé de baliza será concedido quando a bola ultrapassar
completamente a linha de baliza, quer seja rente ao solo ou pelo ar, tocada em último lugar por um jogador da equipa atacante, sem que um golo tenha sido marcado em conformidade com a Lei 10. Um golo pode ser marcado directamente de um pontapé de baliza, mas somente contra a equipa adversária.

Procedimento• A bola é pontapeada dum ponto qualquer da área de baliza por um jogador da equipa defensora
• Os jogadores da equipa adversária devem encontrar-se fora da área de grande penalidade até que a bola esteja em jogo
• O executante não pode voltar a jogar a bola uma segunda vez sem que esta tenha tocado noutro jogador
• A bola está em jogo logo que tenha sido pontapeada directamente para fora da área de grande penalidade

Infracções e Sanções

Se a bola não for pontapeada directamente para fora da área de grande penalidade num pontapé de baliza:
• o pontapé será repetido

Pontapé de baliza executado por qualquer jogador sem ser o guarda-redes
Se a bola entra em jogo e o executante toca a bola uma segunda vez antes que esta tenha tocado noutro jogador:
• um pontapé-livre indirecto será concedido à equipa adversária que deve ser executado no local em que a falta foi cometida (ver Lei 13 – Local dos pontapés-livres)

Se a bola entra em jogo e o executante lhe toca deliberadamente com as mãos antes que esta tenha sido tocada por outro jogador:
• um pontapé-livre directo será concedido à equipa adversária que deve ser executado no local em que a falta foi cometida (ver Lei 13 – Local dos pontapés-livres)
• um pontapé de grande penalidade será assinalado se a falta foi cometida dentro da área de grande penalidade do executante

Pontapé de baliza executado pelo guarda-redes
Se a bola entra em jogo e o guarda-redes lhe toca uma segunda vez (excepto com as mãos) antes que tenha tocado noutro jogador:
• um pontapé-livre indirecto será concedido à equipa adversária que deve ser executado no local em que a falta foi cometida (ver Lei 13 – Local dos pontapés-livres)

Se a bola entra em jogo e o guarda-redes lhe toca deliberadamente com as mãos antes que esta tenha sido tocada por outro jogador:
• um pontapé-livre directo será concedido à equipa adversária se a falta foi cometida fora da área de grande penalidade do guarda-redes que deve ser executado no local em que a falta foi cometida (ver Lei 13 – Local dos pontapés-livres)
• um pontapé-livre indirecto será concedido à equipa adversária se a falta foi cometida dentro da área de grande penalidade do guarda-redes que deve ser executado no local em que a falta foi cometida (ver Lei 13 – Local dos pontapés-livres)

Por qualquer outra infracção a esta Lei:
• o pontapé de baliza será repetido

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *