Mariana Cabral saúda escolha de Stéphanie Frappart

Um duelo 100 por cento inglês marcado para as 20h00, em Istambul.

O destaque principal é o facto da equipa de arbitragem ser feminina liderada pela árbitra gaulesa.

Um marco significativo que não deixou indiferente Mariana Cabral, treinadora e antiga jogadora da equipa do 1º de Dezembro, de Sintra, clube no qual conquistou vários títulos nacionais.

Em declarações, ao jornalista da Antena 1 João Gomes Dias, a treinadora começou por revelar que quando soube da notícia considerou tratar-se de uma brincadeira.

Para Mariana Cabral esta nomeação é o primeiro passo para a igualdade no futebol e um marco histórico.

A técnica deseja que a exceção se transforme numa regra.

Sobre o futebol português falou da importância de terem chegado à modalidade Sporting, Sporting de Braga e Benfica e da mola impulsionadora que representam para que ao futebol feminino cheguem mais adeptos, a televisão e a publicidade, entre outros fatores.

In https://www.rtp.pt/

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *