Matilde Fidalgo: Sonho concretizado

Matilde Fidalgo deu conta da emoção que sentiu na estreia de Portugal no Europeu Turquia2012

Matilde Fidalgo deu conta da emoção que sentiu na estreia de Portugal no Europeu Turquia2012 (©FPARAISO)

A estreia da Selecção Nacional Feminina Sub-19 no Campeonato da Europa Turquia 2012 decorreu na passada segunda-feira, em Antalya, diante da formação anfitriã da prova.

O momento histórico para o Futebol Feminino português foi vivido por todos com bastante orgulho e emoção, tal como Matilde Fidalgo deu conta ao fpf.pt. “Estava muito emocionada ontem, mais do que nervosa ou ansiosa. Nem parecia real, foi um sonho concretizado que jamais pensei que pudesse ser verdade. Penso que o jogo nos correu bem e estamos todos bastante orgulhosos, tendo em conta que era o nosso primeiro jogo numa competição desta natureza, contra a equipa da casa que tinha bastantes apoiantes.”

Apoiantes esses que passaram o jogo a entoar cânticos de apoio à formação turca, facto que parece não ter incomodado a defesa lusa. “Independentemente de quem apoiam, é sempre bom termos público no estádio. Sentirmos que há mais alguém que vibra com o jogo, como os adeptos da Turquia fizeram, e isso dá-nos mais força. Eram adeptos bastante ruidosos, por isso ajudaram a dar mais cor ao jogo.”

Fazendo uma análise ao resultado deste primeiro encontro que terminou empatado a zero, Matilde explica que a motivação das equipas nesta fase do Europeu é determinante para o desfecho das partidas. “Acho que ninguém pode esperar jogos fáceis nesta fase da prova, mas é verdade que, incialmente, tínhamos a sensação de que a Turquia pudesse ser a equipa mais acessível e, em campo, ficou provada a teoria de que não há jogos fáceis e que todas as equipas estão motivadas e empenhadas em conseguir bons resultados. Agora só temos de pensar no próximo encontro e penso que equipa estará pronta para o encarar. Depois de cada jogo, unimo-nos mais, aproximámo-nos ainda mais, porque sabemos que temos já outro desafio em breve. Estamos ansiosas por voltar a jogar, por voltar a sentir a emoção do jogo.”

Totalmente concentrada nos objectivos da Equipa das Quinas para este Europeu, a jovem jogadora de 18 anos admite que o mais importante é sair da Turquia com o sentimento de dever cumprido. “Qualquer atleta, que ambicione o melhor, quer sempre ir mais além e eu não sou diferente. Tinha o sonho de chegar à Selecção Nacional e agora que aqui estou vou continuar a lutar para merecer a confiança dos nossos treinadores. Gostava de um dia chegar à Selecção “A”, mas para já estou concentrada no nosso objectivo que passa por conseguir boas prestações neste Europeu. Todas nós sentimos que o facto de estar aqui representa uma grande vitória e, por isso, independentemente do resultado final, sairemos de cá bastante orgulhosas se soubermos que demos o nosso melhor. Temos noção da experiência das outras equipas, que a qualidade delas é muita também, por isso temos de caminhar devagar. No entanto, se sairmos de cá sem qualquer título não posso dizer que vá satisfeita, uma derrota será sempre uma derrota.”

As comandadas de José Paisana regressam aos treinos esta noite, por volta das 21h30 (locais) já com o jogo frente à Roménia, do próximo dia 5 de Julho, em mente.

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *