Mónica Jorge: Marcas podem aproveitar ‘boom’ do futebol feminino em Portugal

Há mais clubes a competir, mais praticantes federadas e uma maior atenção mediática: o futebol feminino está a crescer como nunca em Portugal. Mónica Jorge, diretora da Federação Portuguesa de Futebol, veio ao Jogo Económico falar sobre esta evolução.

O futebol feminino está a crescer em Portugal: há mais clubes a competir, mais praticantes federadas e uma maior atenção mediática. Em junho de 2018 foi batido o recorde de jogadoras federadas: existem agora mais de 4700 praticantes, um crescimento superior a 56% nos últimos dois anos.

Nesta edição do Jogo Económico, analisámos e enorme evolução que o futebol feminino teve em Portugal nos últimos anos com a ajuda de Mónica Jorge, diretora da Federação Portuguesa de Futebol, num programa que vai contar com os comentários de Luís Miguel Henrique e João Marcelino, intervenientes moderados pelo jornalista José Carlos Lourinho.

Um estudo do Observatório do Futebol, que analisa as maiores ligas do futebol feminino (Alemanha, EUA, França, Inglaterra e Suécia) mostra que a média de idades tem vindo a subir e ultrapassa os 25 anos. Em Portugal, na época de 2017/18, média era de 21,88 anos. Como se explica esta aposta na participação de jovens jogadoras na Liga? Pode essa aposta aumentar a competitividade do campeonato dentro de quatro a cinco anos? Que papel tem a Federação Portuguesa de Futebol nesse incentivo?

In https://jornaleconomico.sapo.pt/

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *