Na Alemanha, as mulheres também voltaram a jogar futebol

A Bundesliga masculina foi o primeiro grande campeonato europeu a ser retomado após a pandemia de covid-19 e, esta sexta-feira, a Bundesliga feminina seguiu-lhe o exemplo. A Alemanha é, assim, uma raridade no panorama mundial, já que muitas das provas femininas de futebol foram canceladas (como em Portugal), e o interesse pela transmissão dos jogos está a crescer, chegando a 16 países

Por MARIANA CABRAL

O Wolfsburg, campeão alemão, derrotou o Colónia, por 4-0, no regresso da Bundesliga feminina após a paragem devido à covid-19

No masculino, as contas são relativamente simples: o futebol está (quase) todo de volta. Na Alemanha, a Bundesliga (assim como a 2ª divisão) já regressou; em Portugal, em Inglaterra, em Itália e em Espanha a época 2019/20 também vai ser brevemente retomada. A única exceção nos grandes campeonatos europeus é mesmo França, já que a Ligue 1 foi definitivamente interrompida e só volta em 2020/21.

No feminino, bom, as contas são igualmente simples, só que completamente ao contrário: o futebol foi (quase) todo cancelado, com consequências imprevisíveis para uma modalidade que ainda navega entre o profissional e o amador, apesar de ter finalmente cimentado um crescimento exponencial no interesse mediático e no número de praticantes, particularmente após o sucesso do Mundial 2019, disputado em França.

Um pouco por toda a Europa, os nomes das competições diferem, mas os desfechos foram semelhantes:

em Portugal, o campeonato feminino chama-se Liga BPI e foi cancelado sem campeã – sem se saber, para já, quem será o representante português designado pela Federação Portuguesa de Futebol para participar na qualificação da Liga dos Campeões, já que Benfica e Sporting terminaram a prova com os mesmos 42 pontos (o Benfica tem mais golos marcados, 101 contra 69, e menos golos sofridos, 4 contra 10, do que o Sporting);

Ver artigo completo aqui.

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *