O futuro (não) depende apenas delas, Rodrigo Coimbra

Quem o viu e quem o vê. O futebol feminino português teve um crescimento absolutamente impressionante nos últimos anos. Num curto espaço de tempo, diria de há quatro/cinco anos a esta parte, houve uma mudança de paradigma no nosso país que permitiu encarar o presente e o futuro da modalidade com outros olhos. Venha ele!

Ponto prévio: A jogadora portuguesa sempre teve muita qualidade, atenção. Não tinha era o espaço nem as condições necessárias para evoluir da melhor forma. Nem tão pouco a atenção mediática que o fenómeno tem por estes dias.

Pese todas as contrariedades, houve quem conseguisse fazer história à sua maneira e conseguisse desbravar o terreno para as gerações vindouras terem um palco à sua medida. Muitas ficaram pelo caminho, é verdade. E não por falta de qualidade. Infelizmente, num mundo ainda mais desigual, não tiveram força para remar contra a maré do preconceito.

Lê o resto da crónica em https://www.zerozero.pt/coluna.php?id=1195

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *