Para conhecimento de todos os apaixonados pelo Futebol Feminino em Portugal – Alteração dos Quadros competitivos do Campeonato de Promoção


Olá a todos!
O meu nome é Carla São Martinho e sou directora e atleta do GD Incansáveis que disputará a série B do Campeonato de Promoção (CP)  na presente época.
Recentemente, tomei conhecimento da desistência de 2 equipas na nossa série, ficando a mesma com apenas 6 equipas. Ora, 6 equipas permite a realização de apenas 10 jogos em todo o campeonato, havendo equipas na série D que realizarão 18 jogos, ou seja, quase o dobro.
Perante este cenário, entrei em contacto com um membro da FPF, em representação do meu clube, para manifestar o nossodesagrado com o que nos esperava e saber se haveria algo que poderíamos fazer para que tal não acontecesse. Referi-lhe que não concordávamos com uma discrepância abismal em termos de nr.º de jogos entre equipas da mesma divisão. Aproveitei para lhe dizer também que preferíamos que o CP  tivesse apenas 3 séries com igual nr.º de equipas, aumentando o nr.º de jogos e permitindo um incremento da competitividade. Foi-me explicado que este ano a FPF teria optado por este modelo a pedido de algumas equipas do CP,  para que não tenham tantas despesas com as deslocações, a fim de minimizar as desistências de equipas de Futebol Feminino que acontecem todas as épocas e estimular a “aparição” de outras.Na nossa opinião, as equipas que se inscrevem no Campeonato de Promoção devem esperar competir e não fazer um ou dois jogos por mês, com mais fds a folgar do que a jogar, afinal de contas, pagámos demasiado nas inscrições para que isso aconteça.
Fui aconselhada a falar com um outro membro da FPF, relacionado com a área dos Quadros Competitivos da FPF. E assim o fiz! Dia 18 deste mês, falei com o Sr. que entendeu o meu ponto de vista e se dispôs a tentar alterar o CP para 3 séries. Só havia uma condição óbvia: que todas as equipas do Campeonato de Promoção aceitassem esta alteração. Logo entrei em contacto com um jpgadora da série C  para que me pudesse ajudar a chegar a informação às equipas da sua série e recolher a sua opinião. Das 4 equipas que ela contactou, 2 rejeitaram esta proposta, pelo que não fizemos chegar esta informação a nenhuma outra equipa do CP porque não valia a pena!
No dia seguinte, contactei novamente a FPF  parainformar que não tinha a aprovação de todos os clubes do CP para que se pudesse alterar as séries. Quero dizer-vos que já havia uma pré-alteração do calendário do CP, necessitando, obviamente, de aprovação de quem de direito da FPF.
Pretendo com este texto, em 1º lugar, dar conhecimento a todos os clubes do CP que não cheguei a contactar por razões que já foram explicadas anteriormente.

Penso que ficou evidente que, infelizmente, não remamos todos para o mesmo lado e que, enquanto não o fizermos, o futebol feminino não evoluirá.
É difícil para a FPF encontrar um meio-termo que agrade a todas as equipas de FF pois algumas preferem um quadro mais competitivo, outras preferem abdicar um pouco disso para que possam diminuir as suas despesas com deslocações e policiamento e assim “sobreviver”.
É óbvio que se houvesse apoio por parte da FPF com as deslocações das equipas do CP, estas questões não se colocariam.

Quero agradecer aos membros da FPF com os quais contactei, jogadora da série C pela ajuda na divulgaçãoe à Sandra Costa que se prontificou a fornecer os contactos das equipas para facilitar o processo.

Resta-me desejar a todas as equipas de FF uma excelente época desportiva, com mais ou menos jogos!

Carla Martinho

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

5 Replies to “Para conhecimento de todos os apaixonados pelo Futebol Feminino em Portugal – Alteração dos Quadros competitivos do Campeonato de Promoção

  1. É estranho isso de a Federação primeiro ter dito q não às 3 séries e agora já dizer q sim… cá p mim disseram q sim p ficarem bem vistos, contando q a malta não iria concordar toda… até pq tar a ter de “inventar” mais 4 fim de semanas (para a série com 11 equipas) não me parece q fosse lá muito simples… mas claro posso tar enganada e eles até estarem mesmo a pensar mudar as cenas…

    eu nunca fui diretora, por isso não sei realmente se agora tão em cima da hora seria possível a mudança, com todas as retificações e alterações no q já estaria organizado e planeado, que isso implicaria… portanto não posso opinar sobre a recusa dos clubes.

    De qq modo, em relação à proposta do Cadima, nem escrevi nada na altura pq estavamos a falar dessa questão das séries noutro conjunto de comentários e nem percebi que era mesmo algo que tinham proposto à federação. De qq modo, o melhor será sempre, como fez a carla, tentar contatar diretamente com todos os clubes (ou pelo menos o máximo de clubes possíveis) para a proposta ter mais força. Mas tb percebo os responsáveis do Cadima, se na FPF lhes disseram q este ano era impossível mudar… n haveria grande coisa a fazer… mas afinal esse impossível, parece q deixou de ser… enfim…

    de qq modo, fiquei foi a saber q alguns clubes é q quiseram ter mais séries p ter menos deslocações… epá como já foi aqui falado por várias pessoas, se se cria uma equipa para jogar, tem de se saber q há sacrificios e há apoios a conseguir etc etc senão daqui a pouco jogamos só 2 jogos durante o ano. Na nossa casa contra a equipa mais próxima de nós e depois na casa dessa equipa. pronto assim minimiza-se os custos ao máximo… Enfim, se por causa dos custos se criam campeonatos com um número ridículo de jogos sinceramente mais vale ter menos equipas, mas equipas q queiram competir a sério! Outra coisa q ajudaria seria o apoio da FPF nas deslocações… mas pronto n creio mto nisso, por causa da crise… talvez um dia… vamos ter esperança! 

  2. À UR Cadima, eu transcrevo parte do que já comentei no tópico “Série B com 6 equipas”:

    “O que eu quis fazer foi unir os clubes do CP para um só rumo: o da alteração ao modelo competitivo que vamos ter nesta época. NÃO ERA TARDE PARA ISSO! Havia a condição de todos os clubes aceitarem esta alteração, coisa que não consegui. Um dos clubes que a rejeitou foi precisamente o Cadima.
    O meu clube, GD Incansáveis, não foi informado dessa proposta que o Cadima tinha p alterar as séries para 3 antes do sorteio. Como é óbvio, apenas um clube não iria mudar as coisas, nem antes nem agora. Só a união dos clubes poderia ter causado algum impacto. Se tivéssemos sido contactados, garanto-lhe que teriam todo o nosso apoio!”

  3. Cara Teresa Ribeiro

    Com todo o respeito que nos merece devia anúnciar quem não rema para o mesmo lado. Lembramos que antes do sorteio se realizar fomos NÓS , União Recreativa de Cadima que levantámos o problema e até nos demos ao trabalho de dividir geográficamente as equipas por 3 séries de 11 equipas, não vimos ninguém , mas ninguém apoiar a nossa iniciativa. Foi preciso desistir equipas para que as series com menos se mostrassem insatifeitas e apoiassem o que o Cadima já tinha sugerido no final de Agosto pois isto tudo se tinha evitado se todos tivessemos remado na altura certa, ou seja, antes de qualquer sorteio.
    De qualquer modo reafirmamos que o CP nos moldes que se vai disputar é uma vergonha e os clubes das 3 series com menos equipas deviam receber todo o dinheiro ou uma grande parte do gasto com inscrições pois pagando o mesmo ou até mais do que as equipas da serie D vão fazer menos de metade dos jogos.   
    Podemos afirmar também que a FPF foi informada da nossa divisão em 3 series e respondeu que este ano era impossivel e que havia equipas que não queriam, isto nos finais de  Agosto. 

  4. Cara Teresa Ribeiro

    Com todo o respeito que nos merece devia anúnciar quem não rema para o mesmo lado. Lembramos que antes do sorteio se realizar fomos NÓS , União Recreativa de Cadima que levantámos o problema e até nos demos ao trabalho de dividir geográficamente as equipas por 3 séries de 11 equipas, não vimos ninguém , mas ninguém apoiar a nossa iniciativa. Foi preciso desistir equipas para que as series com menos se mostrassem insatifeitas e apoiassem o que o Cadima já tinha sugerido no final de Agosto pois isto tudo se tinha evitado se todos tivessemos remado na altura certa, ou seja, antes de qualquer sorteio.
    De qualquer modo reafirmamos que o CP nos moldes que se vai disputar é uma vergonha e os clubes das 3 series com menos equipas deviam receber todo o dinheiro ou uma grande parte do gasto com inscrições pois pagando o mesmo ou até mais do que as equipas da serie D vão fazer menos de metade dos jogos.   

  5.  Não podia deixar de colocar aqui um comentário a dar apoio á minha atleta, e tem o mesmo apoio de toda a equipa técnica e jogadoras,mas para além disso como já comentou a Carla não remamos todas para o mesmo,assim sendo fica difícil irmos mais longe…BEM HAJA FPF QUE TUDO FEZ PARA AJUDAR NESTE CASO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *