Polónia e Noruega na final do Algarve Cup 2019

Já estão definidos os jogos finais da Algarve Cup 2019. A disputa do troféu está agendada para quarta-feira, às 18h00, no Parchal.

Estão definidos os jogos finais da Algarve Cup 2019. O Dia 3 da competição trouxe muita emoção e desvendou os finalistas da prova.

Noruega e Polónia vão disputar o troféu da 26.ª, em jogo agendado para 6 de março, às 18h00, no Estádio Municipal da Bela Vista, no Parchal.

O emparelhamento completo ficou assim definido:

Conferência de antevisão às 15h00

A antevisão da final vai ter lugar esta terça-feira, às 15h00, no Estádio Municipal da Bela Vista, no Parchal. A conferência de imprensa vai acolher dois representantes de cada equipa finalista (treinador e jogadora). Polónia e Noruega vão discutir a conquista do troféu da 26.ª edição da Algarve Cup na quarta-feira, às 18h00, no Parchal.

 

Eis o filme do Dia 3 da competição

Suíça mais eficaz

A Suíça bateu Portugal por 3-1, resultado que acabou por retirar as hipóteses da Equipa das Quinas se apurar para a final da Algarve Cup 2019.

Andreia Norton adiantou a formação portuguesa ainda na primeira parte (27 minutos), num remate vistoso de pé direito e já depois de Patrícia Morais ter negado uma jogada com selo de golo à equipa helvética.

Depois do intervalo, Jéssica Silva saltou do banco para ameaçar a baliza contrária, mas a Suíça antecipou o perigo e conseguiu operar a reviravolta no marcador, com golos de Ana-Maria Crnogorcevic (60), Rahel Kiwic (66) e Melanie Müller (86′), em sequência de bolas paradas.

Polónia volta a surpreender

A grande sensação da Algarve Cup 2019 está em grande, A Polónia voltou a bater um gigante do futebol feminino, neste caso a Holanda, por 1-0. Agnieszka Winczo, aos 42′, colocou a turma polaca na frente do marcador. O resultado acabou por ficar fixado com a margem mínima, colocando a Polónia na final da competição.

Pernille Harder faz a diferença

No primeiro jogo em Vila Real de Santo António, enfrentaram-se duas forças semelhantes. O encontro entre Dinamarca e China foi fechado, muito disputado a meio-campo e sem grandes oportunidades. Depois de alguns ameaços, as nórdicas marcaram, com Pernille Harder a converter um penálti, aos 61′.

Escocesas mais fortes

A Escócia registou uma vitória categórica diante da Islândia, por 4-1. Elizabeth Arnot (14′) inaugurou o marcador,  com Erin Cuthbert (33′) a aumentar ainda no primeiro tempo. Kim Little (55′) fez o terceiro golo (55′), sendo que a Islândia viria a reduzir por intermédio de Sara Gunnarsdottir (57′) pouco depois. Dez minutos volvidos, Elizabeth Arnot anotou o seu bis e selou o triunfo escocês.

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *