Presidente do Futebol Benfica sente-se “atraiçoado”

 

 

Na passada quarta-feira, dia 6 de maio, a Federação Portuguesa de Futebol anunciou a reestruturação das competições femininas. Na próxima época a Liga BPI passará de 12 para 20 equipas, algo que desagradou o Presidente do Clube Futebol Benfica, Domingos Estanislau.

O dirigente recorreu à rede social Facebook para mostrar a sua indignação.

“Era um bom momento para se preparar um melhor futuro delineando desde já não a época de 2020/2021, mas sim o futuro … futuro … e o que tem vindo a ser reparado são projectos que todos sabemos sem futuro.
No caso do futebol feminino cheira-me a encomenda de alto quilate. Não é possível acreditar em boas vontades quando há cerca de dois meses discutia-se no Algarve a competitividade e aventavasse a hipótese no futuro passar para 10 clubes para melhor competitividade e referia-se que não havia ainda quantidade suficiente de qualidade para ter uma Divisão com 12 clubes. Mas uma varinha mágica resolveu todos os problemas que falamos no Algarve, ou seja, a competitividade e as datas para as selecções. Banalizou- se o Campeonato Nacional de Futebol Feminino, o esforço o empenhamento, a dedicação, que clubes como nós têm vindo a fazer está a ser atraiçoado.
O que foi feito não se faz, os Clubes da I Divisão, “os pé descalço” não foram ouvidos.
Com 74 anos e 60 de futebol já vi tantos filmes, parecidos como este, mas cedências tão grandes de uma assentada é de facto muita estranha e feita pela calada da noite é de lamentar. Devíamos ser ouvidos tal como os outros. Eu sabia o que estava a ser cozinhado e é por isso e em nome da dignidade que aqui expresso o mais vil repudio pelo tratamento que nos deram.” 

A decisão da Federação Portuguesa de Futebol está a dividir opiniões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *