Seleção A: “Nunca fui eu, fomos sempre nós”, Mónica Mendes

Internacional portuguesa Mónica Mendes apontou o golo que decidiu o triunfo sobre a Hungria, mas divide o mérito com toda a equipa.

Mónica Mendes esteve em destaque no primeiro jogo de preparação com a Hungria, com uma assistência e o golo que decidiu a vitória portuguesa. Mas a defesa fez questão de dividir os louros com todas as companheiras, em declarações ao Canal 11.

“Nunca fui eu, fomos sempre nós. O mérito nunca é individual. O mais importante foi termos ganho como coletivo. Foi Portugal que ganhou”, afirmou a jogadora, de 25 anos, que representa a equipa feminina do AC Milan, no campeonato feminino italiano.

Sem tempo para descansar, a Equipa das Quinas iniciou este domingo a preparação do segundo jogo frente às húngaras, agendado para terça-feira, às 16h00, no Complexo Desportivo do FC Alverca. Para Mónica Mendes, o foco do grupo deve estar em “analisar e corrigir os aspetos que não correram tão bem”.

“Estivemos em cima delas, fomos superiores e criámos muitas situaçoes, mas não fizemos tantos golos quanto gostaríamos”, explicou a internacional portuguesa, que não ficou indiferente ao apoio sentido pela Seleção feminina em Alverca.

“É gratificante ver que as jogadoras são cada vez valorizadas e respeitadas pelas pessoas que gostam de futebol. Sentimos que começam a olhar para o futebol como um desporto sem género, aberto a homens e mulheres que tenham competência para jogar”.

Qualificação arranca em outubro

Os encontros entre portuguesas e magiares servirão para Francisco Neto ensaiar a qualificação do próximo Campeonato da Europa feminino. Portugal vai iniciar o apuramento a 4 de outubro, na Albânia. Seguem-se dois jogos frente à seleção da Finlândia – o primeiro fora de casa, no dia 12 de novembro, e o segundo em solo luso, a 10 de abril de 2020.

A 14 de abril, a armada lusa visitará a Escócia. Já os embates frente ao Chipre estão marcados para os dias 5 (fora) e 9 de junho (casa). Portugal encerrará a qualificação em setembro de 2020, mês em que irá receber a seleção escocesa (dia 18) e a Albânia (dia 22).

Apuram-se para a fase final os vencedores de cada grupo de qualificação e os três segundos classificados com melhores resultados face ao primeiro, terceiro, quarto e quinto no seu grupo. Os restantes segundos classificados vão disputar um “play-off” em outubro de 2020, para assegurar as três vagas am aberto na fase final.

Programa de atividades da Seleção Nacional:

08.04.2019 | segunda-feira
11h00 Treino na CdF

09.04.2019 | terça-feira
16h00 JOGO PORTUGAL X HUNGRIA (CD Alverca)

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

One Reply to “Seleção A: “Nunca fui eu, fomos sempre nós”, Mónica Mendes”

  1. Os bilhetes para o jogo de amanhã, pelo que li, podem ser levantados no próprio estádio na secretaria. Alguém sabe o horário da secretaria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *