Seleção A: Portugal mais forte contra a Hungria

Vitória sobre a Hungria (2-1) em mais um ensaio para a qualificação do Euro-2021.

A Seleção Nacional feminina A venceu a sua congénere da Hungria por 2-1, no primeiro encontro de preparação entre as duas equipas, disputado em Alverca.

A formação comandada por Francisco Neto apresentou-se em boa forma, mais organizada e com apetite pelos golos, mas só conseguiu expressar a sua superioridade na segunda parte, com golos de Vanessa Marques, aos 71 minutos, e Mónica Mendes, ao cair do pano (90′ + 4′).

Naquele que era 14.º jogo da época para a Equipa das Quinas, o objetivo de Francisco Neto passava por testar estruturas táticas diferentes e até caras novas no onze titular. Foi o que o Selecionador Nacional fez. Com menos sorte na primeira parte, pois as húngaras foram mais eficazes nesse período do jogo. Com êxito na segunda, depois de mexer estrategicamente na equipa, tornando-a mais agressiva e acutilante do meio-campo para a frente.

Vanessa Marques, que saltou do banco nessa altura, repôs a igualdade no marcador e Portugal começou a mandar verdadeiramente no jogo, embora com um estilo muito diferente das magiares – a querer mais a bola, enquanto elas procuravam os desequilíbrios num jogo direto. Nos instantes finais, Mónica Mendes justificou o domínio luso com um cabeceamento perfeito.

As duas equipas voltam a defrontar-se na terça-feira, à mesma hora (16h00) e no mesmo local [Complexo Desportivo do FC Alverca].

Estes encontros, recorde-se, servem para Portugal ensaiar a fase de apuramento para o próximo Campeonato da Europa de futebol feminino, na qual terá de ultrapassar, no Grupo E, as seleções de Albânia, Escócia, Finlândia e Chipre.

Francisco Neto em discurso direto:

“Foi uma vitória justa, pelo todo, mas mais ainda pela segunda parte que fizemos. Na primeira parte, entrámos pouco pressionantes e permitimos que a Hungria tivesse bola entre as nossas linhas. Depois do golo, fomos melhorando, mas não marcámos.

Ao intervalo, corrigimos alguns aspetos do nosso jogo e dominámos a segunda parte, empatámos e conseguimos chegar à vitória perto do final do jogo. Infelizmente, já perdemos alguns jogos no último minuto, mas hoje marcámos e ganhámos. A nível internacional nunca é fácil virar um jogo. É preciso ter organização e crença, e criámos várias situações de golo.

[Próximo jogo cm Hungria, na terça-feira] Agora, vamos fazer a recuperação das jogadoras. É natural que façamos algumas alterações na equipa e até na estrutura tática. Estes são jogos para ficarmos mais aptos para iniciar o apuramento para o Europeu.

Termos chegado ao ‘top 30’ [do futebol mundial feminino] é um orgulho muito grande e um objetivo que tínhamos traçado. É reflexo do trabalho que tem sido feito pela Federação Portuguesa de Futebol, pelas associações e pelos clubes. É um triângulo cujo trabalho tem dado frutos.

Esta equipa tem jogado contra as melhores equipas do Mundo. Do ‘top 20’ mundial, só não jogámos contra a Alemanha. Com este compromisso podemos ir até onde o sonho nos permitir. É uma seleção muito jovem e queremos estar mais vezes nas fases finais e estar entre as melhores.”

Ficha de jogo:

Jogo de Preparação
Complexo Desportivo do FC Alverca

PORTUGAL 2-1 HUNGRIA (0-1 ao intervalo)

Árbitra: Florence Guillemin (França)
Árbitras assistentes: Camille Soriano (Frabça) e Stephanie Di Benedetto (França)
4.ª Árbitro: Sophia Rosa (Portugal)

PORTUGAL – Rute Costa, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Monica Mendes, Tatiana Pinto (Andreia Norton, 46′), Dolores Silva, Ana Borges (Carolina Mendes, 71′), Cláudia Neto – Cap. (Ana Leite, 71′), Mélissa Gomes (Vanessa Marques, 46′), Diana Silva, Jéssica Silva
Suplentes não utilizadas: Inês Pereira, Patrícia Morais, Diana Gomes, Laura Luís, Joana Marchão, Ana Capeta, Rafaela Lopes, Ágata Pimenta.
Treinador: Francisco Neto
Golos: 1-1 Vanessa Marques (71′) e 2-1 Mónica Mendes (90’+4)
Disciplina: Amarelos – Ana Borges (20′); Jéssica Silva, 51′; Andreia Norton (87′)

HUNGRIA – Reka Szöcs, Evelin Mosdóczi (Alexandra Tóth, 69′), Lilla Turányi, Viktória Szabó, Anna Csiki, Evelin Fenyvesi, Henrietta Csiszár, Zsófia Rácz, Dóra Zeller, Petra Kocsán (Bernadett Zágor, 79′), Fanni Vágó (Diána Csányi, 87′).
Suplentes: Anna Samu, Dóra Papp, Barbara Tóth, Boglárka Horti, Anita Pinczi, Loretta Németh.
Treinador: Edina Markó
Golos: 0-1 Dóra Zeller (6′)
Disciplina: Evelin Mosdóczi (69′); Viktória Szabó (73′)

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *