Selecção Feminina avaliada por simulador ambiental

A Selecção Nacional Feminina A, que irá iniciar a sua preparação para o Algarve Cup-Mundialito de Futebol Feminino 2011, em Montechoro, vai participar numa acção de sensibilização ambiental, promovida pelo Ministério do Ambiente através da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), no dia 25 de Fevereiro (sexta-feira), entre as 14h00 e as 15h00, no Hotel Montechoro.

As jogadoras da Selecção, assim como a equipa técnica e restante delegação, “irão responder a um questionário num simulador [Simulador Menos Resíduos] que permite avaliar o desempenho individual, em termos de adopção de boas práticas de gestão de resíduos”, explicou, ao fpf.pt, a Engenheira Lourdes Carreira, da Agência Portuguesa do Ambiente, que marcará presença na acção para explicar todos os procedimentos.

No final, todos, serão avaliados pelo próprio simulador.

Primeira de outras iniciativas
Esta é uma iniciativa no âmbito da parceria que a Federação Portuguesa de Futebol estabeleceu com Agência Portuguesa do Ambiente, organismo tutelado pelo Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território, com o objectivo de introduzir, pela primeira vez, as preocupações ambientais em eventos desportivos por si organizados, começando pela presente competição.

Neste primeiro ano de colaboração foi escolhida como temática ambiental os resíduos, privilegiando a sensibilização e a formação dos principais actores, a Selecção Nacional de Futebol Feminino A e as outras selecções intervenientes.

Para além da iniciativa da próxima sexta-feira, o evento irá contemplar as seguintes iniciativas:

– Elaboração de artigos sobre resíduos a incluir nas publicações do evento;
– Acção de formação sobre a prevenção de resíduos;
– Divulgação, nos estádios, do filme “Stop resíduos” e de frases alusivas a esta temática.

A APA considera que “a organização de eventos desportivos, com preocupações ambientais é uma prática já existente em alguns países europeus e que deve ser fomentada em Portugal em prol de um desenvolvimento que se quer sustentável.”

In www.fpf.pt

Sandra Costa

O futebol faz parte da minha vida. Desde cedo que jogo futebol e decidi criar o Portal Futebol Feminino em Portugal porque senti que ninguém conhecia, sabia ou falava de futebol feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *