Tudo a postos para o jogo decisivo

seleçao_tudo aportos

Francisco Neto vê na Inglaterra “o maior teste ao futebol feminino português”, mas garante que a Equipa das Quinas vai com tudo para a derradeira jornada do Grupo D.

Portugal defronta a Inglaterra esta quinta-feira, pelas 19h45, em Tilburgo, num jogo a contar para a terceira jornada do Grupo D do Europeu feminino. Na antevisão da partida, o Selecionador Nacional disse esperar as maiores dificuldades frente às inglesas, mas garantiu que a armada lusa está empenhada em dar tudo em campo e em defender a honra nacional.

“A Inglaterra é uma das grandes equipas do momento, tem todo um trajeto incrível, um crescimento fantástico desde que entrou o Mark Sampson e isso nota-se. Para mim, é das equipas mais equilibradas e mais fortes deste Europeu e este vai ser, sem dúvida nenhuma, o maior teste ao futebol feminino português, que iremos enfrentar no máximo das nossas forças”, afirmou Francisco Neto.

Numa análise à prestação lusa no Campeonato da Europa Holanda 2017, o técnico mostrou-se “feliz com o crescimento que a equipa foi tendo” e com a possibilidade de ainda poder chegar matematicamente aos quartos de final**. No entanto, admitiu que “nem tudo foi perfeito”, sobretudo ao jogo frente à Espanha, que a armada lusa perdeu por 2-0.

“As jogadoras têm dado uma boa resposta, têm estado completamente comprometidas com aquilo que era o nosso objetivo estratégico e isso deixa-nos orgulhosos. Amanhã [hoje] teremos um jogo muito complicado, mas vamos continuar com a mesma linha de pensamento: dar o nosso melhor e dignificar a camisola”, frisou.

Amanda da Costa mostra ambição

A médio Amanda da Costa também lançou, em conferência de imprensa, o encontro frente à seleção britânica, referindo que Portugal “está preparado” para contrariar um adversário “muito forte” e que conhece bem, pois jogou com várias internacionais portuguesas no Liverpool Ladies.

“Mas também temos as nossas armas. Jogamos com alma e orgulho. Vamos fazer um bom jogo”, avisou a jogadora, empenhada em contrariar a equipa que conquistou o terceiro lugar no último Mundial de futebol feminino, depois de bater a Alemanha que venceria os Jogos Olímpicos em 2016.

Treino no palco do jogo

A Seleção Nacional  A feminina realizou esta quarta-feira um treino no Estádio Willem II, que irá acolher o jogo entre Portugal e Inglaterra. A sessão arrancou com a equipa a cantar os parabéns à central Diana Gomes, que completou 19 anos.

O embate com a Inglaterra, marcado para as 19h45 [hora de Portugal continental], será dirigido pela árbitra ucraniana Kateryna Monzul.

No outro jogo da terceira e última jornada do Grupo D, a Espanha defronta a Escócia, à mesma hora, em Deventer.

Contas do apuramento 

Portugal apura-se para os quartos de final e ganhar à líder Inglaterra e a Espanha perder com a Escócia. Portugal fica automaticamente apurado se vencer por três golos de diferença, ou por dois, desde que o resultado não seja um 2-0. Se ganhar por apenas um golo de diferença, precisa que a Espanha não vença na terceira jornada.

Se ganhar por 2-0, seguirá em frente na prova se as espanholas não ganharem ou se ganharem apenas por 1-0. Caso Portugal vença por 2-0 e a Espanha por 2-1, o critério de empate passará a ser o registo disciplinar ou, se necessário, o coeficiente de seleções, que nesse caso favoreceria a formação espanhola.

Com um empate na terceira ronda, Portugal precisa que a Escócia vença a Espanha. Se Portugal perder quinta-feira, falhará a qualificação para os quartos de final.

In fpf.pt

AnaSilva

Adepta do desporto em geral, mas apaixonada pela modalidade REI (Futebol). Passei a fazer parte deste projecto Portal Futebol Feminino em Portugal com a intenção de poder ajudar na divulgação e promoção do Futebol Feminino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *